Carregado: jovens traficam e consomem droga a escassos metros da Escola Básica Integrada

O cenário apresenta-se cada vez mais degradante: jovens estudantes da Escola EBI do Carregado passam horas a consumir droga no túnel que separa os lotes 104 e 105 na Rua Gil Eanes, na Urbanização da Barrada.

Um dos muitos "túneis" da Urbanização da Barrada, no Carregado, onde jovens de pouca idade fumam droga e caem de bêbados muitas vezes logo nas primeiras horas da manhã

A situação já foi noticiada há meses pelo Fundamental, mas o cenário apresenta-se cada vez mais degradante: jovens estudantes da Escola EBI do Carregado passam horas no túnel que separa os lotes 104 e 105 na Rua Gil Eanes, na Urbanização da Barrada. Consomem e traficam droga à vista de quem passa. O local também é frequentado por vendedores de droga que vêm de outras paragens.

Os moradores daquela zona da referida urbanização já evitam passar no túnel que faz a ligação entre as ruas Gil Eanes e Pêro da Covilhã. O cheiro a urina é nauseabundo, o chão está repleto de garrafas de cerveja partidas e as paredes pejadas de graffities. Por muito que a Junta de Freguesia do Carregado empreenda acções de limpeza, é um instante enquanto estes túneis regressam à sua forma original: autênticos antros de porcaria e sujidade.

A fotografia documenta precisamente a passagem entre ruas que é referida nesta peça. Durante os dias de semana é frequente que por aqui se reúnam jovens consumidores de droga. Diz quem conhece e identifica que o cheiro não engana: fumam droga e bebem cerveja, normalmente agarrados a garrafas de litro e meio. Muitas vezes são garrafas de bebidas brancas, tais como vodka.

As conversas são ouvidas com clareza por quem habita nos andares mais próximos destes túneis. Quem mora nos rés do chão ou nos primeiros andares percebe com exactidão os conteúdos dos diálogos que por ali correm. Fala-se de droga, de quem consome, de preços, de quem bebe, de quem foi bêbado ou “mocado” para as aulas. Quando algum morador se aproxima calam-se de imediato e não escondem um ar suspeito. Comprometido.

A noite traz consigo a extensão deste problema. Os túneis continuam a ser o “abrigo” para traficantes e consumidores pela calada da noite. Muitos são os habitantes destas ruas que acabam por evitar atravessar por estas passagens, sobretudo devido ao medo que não escondem por transitar estes locais. Alguns moradores preferem andar largas dezenas de metros, muitas vezes carregados com compras, a atravessar nestes túneis em determinadas horas.

Para complicar a vida aos moradores desta região da Urbanização da Barrada, nos últimos dias têm-se registado alguns comportamentos impróprios para uma zona civilizada por parte de alguns moradores. Um homem alcoolizado resolveu transformar a rua Gil Eanes numa espécie de autódromo e, já depois da meia-noite, fez diversas manobras altamente perigosas, tais como peões e acelerações extremas.

Não satisfeito, ainda pontapeou diversos automóveis que estavam estacionados naquela rua, para além de ter andado aos pulos em cima de algumas viaturas estacionadas. Este comportamento foi presenciado por diversas pessoas e a GNR de Alenquer foi chamada ao local, tendo identificado o autor dos desacatos depois de o interceptar na sua própria casa.

O homem, de nacionalidade brasileira, não gostou da visita dos agentes da autoridade e ainda pontapeou de forma violenta a porta de um dos seus vizinhos de prédio. A polícia diz que não pôde tomar outras providências já que o indivíduo não foi apanhado em flagrante delito. A população acaba por sentir uma crescente sensação de insegurança perante a impunidade destes comportamentos, de acordo com diversas testemunhas que o Fundamental auscultou.


VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR