Alenquer: nova caminhada já amanhã contra aumento da factura pedido pela concessionária da água

O Movimento Alenquer Água Justa organizou uma concentração popular que vai ter lugar já amanhã, sábado, dia 12 de Setembro. O Movimento pretende desta forma continuar a manifestar o seu descontentamento para com o serviço prestado pela concessionária Águas de Alenquer.

O Movimento Alenquer Água Justa organizou uma concentração popular que vai ter lugar já amanhã, sábado, dia 12 de Setembro. O Movimento pretende desta forma continuar a manifestar o seu descontentamento para com o serviço prestado pela concessionária Águas de Alenquer, ao mesmo tempo que reclama para com o elevado preço da água em Alenquer.

O Movimento Alenquer Água Justa acusa ainda de inércia o executivo municipal face aos sucessivos pedidos de aumento da factura da água por parte a da empresa Águas de Alenquer. Recorde-se que Pedro Folgado, a este propósito, tem afirmado sucessivamente a sua indisponibilidade para concordar com um aumento de tarifário imposto pela empresa concessionária.

Recordamos igualmente que foram mais de 5200 os alenquerenses que assinaram uma petição exigindo a redução imediata da factura da água e a reversão do contrato de concessão, sendo que estas assinaturas foram obtidas de forma presencial e em menos de 2 meses. “Alenquer não pode ficar calada enquanto a empresa Águas de Alenquer pede um novo aumento de 46%”, afirma Carlos Ferreira, um dos promotores do Alenquer Água Justa.

O evento de amanhã, sábado, começa com uma concentração junto ao Centro de Saúde do Carregado e o objectivo para por caminhar até à sede da empresa Águas de Alenquer, junto ao Tribunal de Alenquer. Para marcar simbolicamente esta manifestação pacifica os promotores propõem a afixação das facturas ou respectivas cópias na entrada das instalações das Águas de Alenquer e na porta de entrada da Câmara Municipal de Alenquer.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR