António Cardoso: 51 anos de vida dedicados à comunidade de Aveiras de Cima

O prior António Cardoso celebra hoje (10 de Dezembro) cinquenta e três anos de sacerdócio, cinquenta e um dos quais passados em Aveiras. O prior recupera bem de uma intervenção cirúrgica à qual se submeteu recentemente.

O prior António Cardoso é parte importante da história de Aveiras de Cima. Com uma obra social inigualável, António Cardoso celebra hoje (10 de Dezembro) cinquenta e três anos de sacerdócio, cinquenta e um dos quais passados em Aveiras. O prior recupera bem de uma intervenção cirúrgica à qual se submeteu recentemente.

António Cardoso nasceu em Lisboa mas a sua família tem origem nas Beiras, concretamente em São Pedro do Sul. “O meu ADN é beirão”, afirmou numa entrevista exclusiva concedida ao Fundamental, concedida aquando do Jubileu de Sacerdócio. “Para mim estes 50 anos de sacerdócio são uma referência, uma vida com a marca do amor e da bênção. Deus é uma constante surpresa para mim”, declarou o prior das Paróquias de Aveiras de Cima, Aveiras de Baixo e Vale do Paraíso.

António Cardoso acrescentou ainda: “Esta é uma missão de semeador de vida. Por vezes somos apenas semeadores de cearas que não vemos e de ceifas que não vamos fazer, mas noutras ocasiões Deus surpreende-nos, dando-nos a alegria de vermos a ceara e de até colhermos alguns frutos”.

O prior complementa: “Tenho tido sempre esta exigência para comigo: não é fazer para que; é fazer por que. O mais bonito da vida é sermos semeadores do bem e de Deus no coração dos outros. O Santo Padre Bento XVI disse, aquando da sua visita a Portugal: “Tornai as vossas vidas em lugares de beleza”. No fundo, esse é o propósito”, explica António Cardoso.

O Fundamental convida-o a recordar a entrevista concedida por António Cardoso a Nuno Cláudio em Dezembro de 2015, aquando do Jubileu de Sacerdócio do Prior.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR