Alenquer: câmara apoia comerciantes na época de Natal – prémios vão até 500 euros em compras

A autarquia de Alenquer volta a apostar na campanha “Alenquer + Natal é no Comércio Tradicional” que vai já na sua 7.ª edição, sendo que o objetivo passa por dinamizar e divulgar o comércio tradicional do concelho. Há prémios em compras até 500 euros.

A autarquia de Alenquer volta a apostar no apoio aos comerciantes locais nesta época natalícia. A iniciativa denomina-se “Alenquer + Natal é no Comércio Tradicional” e vai já na sua 7.ª edição, sendo que o objetivo passa por dinamizar e divulgar o comércio tradicional do concelho. “Uma vez mais a autarquia coloca-se ao lado dos comerciantes, dinamizando um conjunto de atividades para impulsionar a economia local”, refere Paulo Franco, vereador com o pelouro das atividades económicas.

À semelhança do que aconteceu em edições passadas serão promovidos diversos concursos tais como “A Mais Bonita Árvore de Natal do Município”, “O Melhor Frito de Natal do Município”, “O Mais Bonito Centro de Mesa de Natal do Município”, “XIII Concurso de Presépios” e “Vouchers de Natal”. As inscrições para comerciantes já abriram e estendem-se até 24 de dezembro, estando disponíveis para todos os estabelecimentos comerciais do concelho.

Fonte da autarquia refere: “O concurso “A Mais Bonita Árvore de Natal do Município” tem como objetivo decorar e trazer mais vida às ruas do concelho, bem como promover e valorizar o comércio tradicional, criando uma identidade comum e uma mensagem forte entre os comerciantes”. Já no “O Mais Bonito Centro de Mesa de Natal do Município”, o objetivo é promover, dinamizar, premiar e valorizar a decoração interior e exterior dos estabelecimentos dentro do enquadramento natalício.

Há ainda o concurso “O Melhor Frito de Natal do Município”, que procura premiar, promover, valorizar e divulgar os genuínos fritos simples tradicionais portugueses – sonhos, filhós, coscorões e fatias douradas – elaborados pelo comércio tradicional alenquerense. Refira-se que estes três concursos têm previstos prémios de até 500 euros em compras. Numa outra vertente, o “XIII Concurso de Presépios” terá duas categorias: Concurso de Presépios nas Montras do Comércio Tradicional e Concurso de Presépios em Espaço Público – este último aberto a Instituições Privadas de Solidariedade Social (IPSS), Escolas, Associações e munícipes em nome individual.

Paulo Franco acrescenta: “No caso dos “Vouchers de Natal”, o concurso é mais destinado aos consumidores, mas tem muita importância também para as lojas aderentes”. Por cada dez euros em compras numa destas lojas será atribuído um vale até um máximo de 15 em simultâneo. Esses vales serão depois submetidos a sorteio, estando prevista a atribuição de até 300 euros em compras aos vencedores, num total de 1800 euros. Paralelamente haverá um novo sorteio entre todos os vales registados, no qual o vencedor será premiado com uma viagem aos Picos da Europa e Galiza. A participação nos concursos é gratuita e os comerciantes que pretendam aderir deverão efetuar a inscrição.