Carlos Sequeira e o CHEGA em Alenquer: “Terceiro lugar não é mau, mas temos equipa para mais”

Carlos Sequeira anunciou recentemente a sua candidatura à presidência da Câmara de Alenquer em representação do CHEGA. Sequeira é empresário, vive no Carregado há 22 anos e é o mais recente convidado no ciclo de entrevistas do Museu do Vinho.

Trata-se de mais uma entrevista no âmbito do ciclo de conversas que o Fundamental Canal está a levar a cabo com os candidatos à presidência da Câmara de Alenquer nas autárquicas de 2021. Desta vez o convidado foi Carlos Sequeira, que recentemente anunciou a sua candidatura em representação do CHEGA. Sequeira é empresário e vive no Carregado há 22 anos.

O candidato assegura que o CHEGA está a trabalhar no sentido de conseguir concorrer a todas as freguesias do Concelho de Alenquer. Para já as únicas listas asseguradas são as concorrentes à Câmara e Assembleia Municipal e ainda à União de Freguesias do Carregado e Cadafais. “Um terceiro lugar não será um mau resultado, mas temos equipa para mais“, assegura Sequeira, que acrescenta: “Não vejo razões para haver uma maioria absoluta do PS em Alenquer“.

Desta forma o candidato assume a sua ambição, e vai falando dos temas que o CHEGA utilizará como bandeira nesta eleição: “Não vemos nada limpo ou feito, não há fiscalização de coisa alguma; tem de haver mais pressão da autarquia para que haja médicos de família“. Carlos Sequeira também alude ao Alto Concelho: “Na área rural não há saneamento, não há limpeza e não há apoio à terceira idade“.

O candidato do CHEGA não deixou escapar o tema “água” e a este propósito afirma: “Tem de ser feita uma auditoria independente ao contrato de concessão“. Carlos Sequeira assegura ter dificuldade em acreditar que este contrato possa ser alvo de uma reversão. Já sobre o Carregado, sua terra desde há mais de duas décadas, o candidato garante não conseguir entender como é que, e citamos, “não existe ainda um acesso pedonal à estação rodoviária da Vala do Carregado“.

Estes e outros temas foram abordados nesta entrevista, que uma vez mais teve lugar no Museu do Vinho em Alenquer. Convidamo-lo a vê-la, já de seguida.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR