Município de Alenquer cria protocolo de apoio veterinário a animais em risco

O Município de Alenquer estabeleceu um protocolo com a Ordem dos Veterinários com o objetivo de colocar em prática um programa que visa a criação de uma rede de apoio de cuidados primários médico-veterinários para animais em risco.

Quem abandona ou maltrata animais mais não é do que uma aberração da natureza

O Município de Alenquer estabeleceu um protocolo com a Ordem dos Veterinários com o objetivo de colocar em prática um programa que visa a criação de uma rede de apoio de cuidados primários médico-veterinários para animais em risco.

O protocolo foi assinado no passado dia 26 de maio entre o município de Alenquer e a Ordem dos Médicos Veterinários, no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Saúde
Veterinária para Animais de Companhia em Risco. O momento solene teve lugar nos Paços do Concelho e o documento foi assinado pelo presidente do município, Pedro Folgado, e pelo bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid.

A implementação do Cheque Veterinário permitirá prestar cuidados médico-veterinários não
só aos animais em risco que se encontram no centro de recolha oficial do município (CROA) e nas colónias de gatos errantes mas pretende também apoiar os animais domésticos de famílias carenciadas, devidamente identificadas pelo município. Os cuidados incluídos neste programa são gratuitos para os beneficiários.

O programa inclui um Plano de Cuidados de Saúde Primários e um Plano de Cuidados de Saúde Continuados e de Urgência. A utilização destes serviços é feita através de cheques veterinários, que são atribuídos em função do ato médico-veterinário e das características do animal em questão. Os cheques veterinários apenas podem ser usados nos Centros de Atendimento Médico-Veterinários aderentes. A listagem com os centros aderentes irá ser disponibilizada no site da Ordem dos Médicos Veterinários.