Presidente da Câmara de Torres Vedras encontrado morto em casa vítima de facadas no pescoço

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras foi encontrado morto em casa esta tarde. Carlos Bernardes foi vítima de golpes no pescoço aplicados por uma faca. A Policia Judiciária vai averiguar se se trata de suicídio ou de um homicídio perpetrado ao autarca de 53 anos.

Carlos Bernardes, presidente da autarquia de Torres Vedras

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras foi encontrado morto em casa esta tarde. Carlos Bernardes foi vítima de golpes no pescoço aplicados por uma faca. As autoridades estão a caminho do local. A Policia Judiciária vai averiguar se se trata de suicídio ou de um homicídio perpetrado ao autarca de 53 anos.

Carlos Bernardes já tinha anunciado a sua recandidatura à autarquia de Torres Vedras, que tinha vencido em 2016. Nas eleições deste ano era novamente apoiado pelo PS. O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras foi encontrado morto na sua habitação, na zona do Turcifal. 

Cinco dias de luto municipal em Torres. A autarquia de Torres Vedras emitiu já esta tarde um comunicado que transcrevemos na íntegra: “É com enorme pesar que a Câmara Municipal de Torres Vedras transmite o falecimento de Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, ocorrido nesta segunda-feira, 3 de maio.

Com um percurso que ficou marcado pela sua dedicação a Torres Vedras, à causa pública e à administração local, Carlos Bernardes partiu aos 53 anos. Era presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras desde 2015, cargo que assumiu após 10 anos de vice-presidência.

Empenhado na defesa do ambiente e da sustentabilidade, colocou Torres Vedras num lugar de relevo a nível nacional e internacional. Era Embaixador Quality Coast, membro do Comité Consultivo Político da CIVITAS Initiative e Embaixador Green Destination para a Europa.

Durante a sua vice-presidência, entre 2005 e 2015, assumiu os pelouros de Infraestruturas e Obras Municipais, Mobilidade, Gestão das Áreas Urbanas, Ambiente e Sustentabilidade, Transportes e Trânsito da Câmara Municipal de Torres Vedras. Entre 2003 e 2005, foi vereador com os pelouros de Ambiente e Serviços Urbanos.

No passado, foi, ainda, vereador com o pelouro do Turismo na Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço (1997 a 2001), adjunto e secretário do Gabinete de Apoio Pessoal do presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras (1994 a 1997) e secretário da Junta de Freguesia do Turcifal (1989 a 1997).

A Câmara Municipal de Torres Vedras endereça as mais profundas condolências à família e apela ao respeito de todos pela sua privacidade. Na sequência deste infausto acontecimento, a Câmara Municipal de Torres Vedras declara, a partir de hoje, cinco dias de luto municipal

 

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR