Monte de sucata automóvel em Barbas passa indiferente às autoridades

Os habitantes de Barbas estão cansados do amontoado de sucata automóvel que polui um terreno camarário mesmo no centro desta localidade da União de Freguesias de Aldeia Galega e Aldeia Gavinha.

Os habitantes de Barbas estão cansados do amontoado de sucata automóvel que polui um terreno camarário mesmo no centro desta localidade da União de Freguesias de Aldeia Galega e Aldeia Gavinha. O terreno acolhe os ecopontos de Barbas mas estes convivem no mesmo espaço com um conjunto de veículos em fim de vida, que ali foram abandonados há pelo menos três anos.

De acordo com alguns moradores locais o amontoar de sucata automóvel teve inicio em 2017. Amílcar Pedro, um dos moradores indignados, refere: “Esta situação arrasta-se há  mais de três anos e é observada pela GNR na sua ronda habitual, pela Valorsul no processo de recolha semanal do lixo, e também pelos funcionários da União de Freguesias no transporte diário de estudantes. Todos assobiam para o lado e nada fazem”, garante este morador de Barbas.

Acrescente-se que a autarquia de Alenquer tem desenvolvido campanhas de sensibilização para a não proliferação de lixo volumoso na rua, apresentando aos munícipes um número (800 503 505) através do qual as pessoas poderão solicitar à empresa Recolte a recolha destes monos. Este será, no entanto, um caso diferente dado que se tratam de veículos automóveis em fim de vida mas ainda matriculados.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR