Tribunal de Contas aprova obra de requalificação do Esteiro de Azambuja

A empreitada de requalificação da Zona Ribeirinha da Vala do Esteiro de Azambuja já tem o visto do Tribunal de Contas. A obra, promovida pelo Município de Azambuja, foi adjudicada à empresa Construções Pragosa pelo valor de 1 984 320 euros e tem o prazo de execução de um ano.

A empreitada de requalificação da Zona Ribeirinha da Vala do Esteiro de Azambuja já tem o visto do Tribunal de Contas. A obra, promovida pelo Município de Azambuja, foi adjudicada à empresa Construções Pragosa pelo valor de 1 984 320 euros e tem o prazo de execução de um ano.

Este projeto de valorização ambiental da Vala do Esteiro pretende criar um espaço público de lazer reabilitando a zona adjacente à estação ferroviária da Vila de Azambuja. Serão criadas uma ciclovia, zonas de piquenique, equipamentos para atividade física ao ar livre e áreas de estacionamento.

De salientar que atualmente a estrada EN3-1 é muito procurada por munícipes para a prática de corrida e passeios de bicicleta. Trata-se de uma via que, apesar do reduzido tráfego, não apresenta condições mínimas de segurança para estas finalidades devido sobretudo à circulação de veículos pesados de atividades agrícolas.

Na sequência desta aprovação do Tribunal de Contas, decorre nesta altura a elaboração dos documentos finais necessários ao arranque da obra, sendo intenção da autarquia assinar a respetiva consignação e dar início aos trabalhos dentro de algumas semanas.

Está igualmente prevista na requalificação a instalação de plataformas para a prática de pesca desportiva, bem como a colocação de uma rampa de acesso aos equipamentos náuticos. O desassoreamento do leito da vala permitirá o uso de pequenas embarcações fora dos períodos de maré baixa. A intervenção contempla igualmente a construção de um bar com esplanada para fruição da beleza daquele espaço natural.