Azambuja: parque Alexandre Grazina destruído antes de ser utilizado pela população

O vandalismo não dá tréguas e a falta de civilidade grassa também em Azambuja, onde o Parque Desportivo Alexandre Grazina foi destruído antes sequer de ser colocado à disposição do público.

O vandalismo não dá tréguas e a falta de civilidade grassa também em Azambuja, onde o Parque Desportivo Alexandre Grazina foi destruído antes sequer de ser colocado à disposição do público, o que ainda não aconteceu devido à pandemia de Covid-19.

Recorde-se que a inauguração do Parque Desportivo Alexandre Grazina, conhecido até Setembro último como “Quintal Desportivo do Bairro da Ónia” e que foi alvo de obras de requalificação, decorreu a 4 desse mês em Azambuja. Ao atribuir o nome de Alexandre Grazina ao renovado recinto, a Junta de Freguesia de Azambuja pretendeu homenagear uma figura local com várias décadas ligadas à promoção do desporto no concelho.

Inês Louro afirmou perante esta investida vândala: “É com enorme tristeza e revolta que a destruição do Parque Desportivo Alexandre Grazina, que apenas foi inaugurado e nunca foi utilizado devido a situação de pandemia que todos enfrentamos”. A Presidente da Junta de Azambuja lamentou desta forma o ato perpetrado por desconhecidos, que deixou aquele equipamento no estado em que as imagens documentam.

Ainda a este propósito, Inês Louro acrescentou: “Estamos em tempos de união e não de vandalismo. É uma falta de respeito para com o homenageado, trabalhadores da Junta de Freguesia e para com todos os fregueses que poderiam vir a usufruir do mesmo parque”.
VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR