Quinta da Relva em Olhalvo: Idosa de 98 anos resiste à Covid depois de duas semanas hospitalizada

Adélia Pinto escreveu uma história de sucesso no combate à Covid-19. Esta idosa de quase 98 anos derrotou o coronavírus após duas semanas internada e já pôde regressar à Quinta da Relva, a instituição de Olhalvo onde descansa nesta fase da sua longa vida.

Adélia Pinto escreveu uma história de sucesso no combate à Covid-19. Esta idosa de quase 98 anos derrotou o coronavírus após duas semanas internada e já pôde regressar à Quinta da Relva, a instituição de Olhalvo onde descansa nesta fase da sua longa vida. Recorde-se que a Quinta da Relva registou até à data 4 mortes devidas a esta pandemia.

A homenagem à força interior de sua mãe foi prestada por Ana Maria Roseiro, que disse ao Fundamental: “Esta é a minha Mamã, que daqui a 5 semanas vai fazer 98 anos e teve Covid-19! Embora assintomática nos primeiros dias após o diagnóstico, uma semana depois foi internada no Hospital“, recorda a filha de Adélia.

Ana Maria acrescenta ainda: “As médicas infeciologistas pintaram um quadro negro. A idade, a idade, vá-se preparando, os pulmões estão a fechar, estão velhinhos, vai ter que pensar que a Mãezinha pode não resistir“, disseram-lhe no hospital, ao que Ana Maria respondeu invariavelmente: “A minha Mãe é uma velhota rija“.

E foi rija, a Dona Adélia. Tão resiliente que o vírus desistiu. Ana Maria relembra o percurso desta batalha vitoriosa: “Foi baixando dos 15 litros de oxigenação, devagarinho, e hoje a médica disse-me com uma voz alegre que a Mãezinha está com um litro de oxigénio apenas, e prestes a regressar a casa!“.

Para trás ficaram então duas semanas de sobressalto: “A incerteza do desfecho, um sem viver, com o coração nas mãos à espera de notícias“, refere Ana Maria, que acrescenta: “Partilho isto para que as famílias que estão a passar pelo mesmo nunca percam a esperança. Ser velho não é sinónimo de ser fraco. São resistentes e conseguem dar a volta! Olhem para o exemplo da minha Mãe guerreira!“. Que a história de sucesso se repita.


Presidente da nova associação empresarial de Alenquer: “Concelho tem vitalidade extraordinária ao nível económico”

Raquel Ribeiro é a presidente da AGEIRA, a nova associação empresarial do Concelho de Alenquer. Convidada para a Grande Entrevista no Fundamental Canal, a empresária garante que na sua perspetiva o município tem uma vitalidade extraordinária ao nível económico.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR