Covid-19: Quatro turmas de quarentena nas duas Escolas de Aveiras

As Escolas de Aveiras de Cima têm 4 turmas de quarentena devido à Covid-19. Os números de Aveiras de Cima apontam hoje para um total de 44 pessoas que testaram positivo para a Covid-19. No Concelho de Azambuja o total desta terça-feira ascende a 162 pessoas positivas.

A Escola Básica de Aveiras de Cima tem duas turmas de quarentena devido à Covid-19 e a Escola Vale Aveiras tem mais duas turmas em casa nas mesmas circunstâncias. Os números de Aveiras de Cima apontam hoje para um total de 44 pessoas que testaram positivo para a Covid-19, valor que voltou a subir comparativamente com os últimos dias. Já no Concelho de Azambuja o total desta terça-feira ascende a 162 pessoas positivas.

Tal como o Fundamental já noticiou hoje, na Freguesia de Azambuja regista-se também um aumento de casos positivos de infeção pela Covid-19. Na Santa Casa da Misericórdia há 45 pessoas que testaram positivo, 15 funcionárias e 30 utentes. Estes números ainda não estão refletidos nos totais divulgados hoje, que apontam para 57 cidadãos infetados em Azambuja.

O Presidente da Câmara de Azambuja não esconde a sua preocupação para com o momento: “Se isto continuar assim não ponho de parte a ideia de pensarmos num cerco sanitário, tal como já foi aventado na primeira vaga desta pandemia”. Luís de Sousa está com receio perante a cavalgada dos números de infeções. “A questão das escolas é muito complicada“, reforça o autarca, numa alusão ao que está a suceder tanto na EB1 de Aveiras de Cima como na Secundária de Azambuja.

Recorde-se que, tal como o Fundamental já noticiou hoje, na Escola Secundária de Azambuja uma aluna filha de uma funcionária da Santa Casa também testou positivo, e a respetiva turma está em casa de quarentena. Já Luís de Sousa relembrou que nesta manhã de terça-feira Azambuja acolhe a Operação Stop Covid-19, uma ação levada a cabo pela Subcomissão de Proteção Civil de Azambuja.

Esta iniciativa tem palco na entrada oeste de Azambuja na Estrada Nacional 3 e envolve agentes da Guarda Nacional Republicana e elementos dos corpos de Bombeiros Voluntários de Azambuja e de Alcoentre, da Cruz Vermelha de Aveiras de Cima e ainda do Serviço Municipal de Proteção Civil de Azambuja. A operação pretende esclarecer os munícipes sobre as regras a cumprir no estado de emergência e sobre as restrições à circulação em vigor. O apelo à responsabilidade individual no combate à pandemia está na génese desta operação.


Nelson Neves e o impacto da pandemia nas empresas: “Próximos meses vão ser muito dolorosos”

Nelson Neves regressa ao Fundamental Canal para analisar o momento em que vivem as pessoas e as empresas em consequência da pandemia de coronavírus. O nosso especialista em recuperação e revitalização de empresas perspetiva um caminho doloroso para ser percorrido nos próximos meses.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR