Fotógrafos do Concelho de Azambuja expõem trabalhos premiados na Biblioteca Municipal

A Biblioteca de Azambuja inaugurou no passado dia 23 de outubro a exposição e entregou os prémios da Maratona Fotográfica com o tema “Património Religioso”, inserido no projeto “Marcas da História”.

A Biblioteca Municipal de Azambuja inaugurou no passado dia 23 de outubro a exposição e entregou os prémios da Maratona Fotográfica com o tema “Património Religioso”, inserido no projeto “Marcas da História”. Os vencedores a nível municipal dos segundo e terceiro escalões foram anunciados numa cerimónia fechada ao público.

No segundo escalão o 1º lugar foi entregue a Francisca Miranda, com a fotografia da Igreja Nossa Senhora do Paraíso associada à frase “Somos apenas observadores modernos”. Já os 2º e 3º lugares foram atribuídos a Ângela Varino e Catarina Oliveira.

Quanto ao terceiro escalão, o 1º lugar foi entregue a Luís Dias, com a fotografia da Igreja Matriz de Azambuja associada à frase “A luz que nos ilumina”. Os 2º e 3º lugares foram atribuídos a Maria Tavares e Carlos Gaspar. Realce para o facto de não ter havido vencedores do 1º escalão, a nível municipal, nem vencedores do Município de Azambuja a nível intermunicipal.

Refira-se que a exposição estará patente a partir de 27 de outubro na Galeria da Biblioteca Municipal de Azambuja com as fotografias dos concorrentes municipais e dos três vencedores a nível intermunicipal. A galeria tem lotação máxima de 3 pessoas e poderá visitar de 3ª a 6ª-feira, no horário das 10h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30, abrindo também no primeiro e terceiro sábado de cada mês entre as 10h00 e as 12h30.

Acrescente-se que as participações na maratona decorreram no mês dezembro de 2019. A entrega de prémios a nível nacional e intermunicipal estava agendada para abril mas foi adiada devido à pandemia de Covid-19, decorrendo agora em outubro a entrega de prémios.

António José Matos, vereador da Cultura na autarquia de Azambuja, refere que esta maratona teve como principais objetivos valorizar e promover o património religioso local; fomentar, reconhecer e premiar a capacidade e criatividade fotográfica dos participantes e estabelecer parcerias de âmbito municipal, intermunicipal e europeu.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR