Abertas matrículas para universidade da terceira idade em Azambuja

A Universidade da Terceira Idade de Azambuja já prepara o novo ano letivo. Devido à situação de contingência que o país enfrenta as matrículas decorrem sob marcação prévia, que deverá ser realizada nos dias 24, 25 e 28 de setembro.

A Universidade da Terceira Idade do Concelho de Azambuja já prepara o novo ano letivo que se avizinha. Este ano e devido à situação de contingência que o país enfrenta as matrículas decorrem sob marcação prévia, que deverá ser realizada nos dias 24, 25 e 28 de setembro.

As instalações da Universidade Sénior situam-se no Centro Cultural Páteo Valverde, em Azambuja. Esta universidade pode ser frequentada por todas as pessoas de ambos os sexos, que tenham mais de 50 anos de idade e saibam ler e escrever. As inscrições podem ser feitas através do 263 400 473  ou 961 710 551, no horário das 09h30 às 12h00 e das 14h30 às 16h30. Nesse contacto será indicado o dia e hora da matricula presencial.

Recorde-se que as áreas a desenvolver vão desde as Línguas à Informática, passando pela História, a Geografia, o Direito e a Psicologia. Destaque também para a Atividade Física, a Música, o Canto, o Teatro ou as Artes Plásticas, entre outras. Este ano, iniciam duas novas disciplinas – Iniciação ao Português e Português.

No modelo de funcionamento desta universidade não serão ministrados cursos nem serão atribuídas classificações, e o número de disciplinas a frequentar é livre. Fonte da autarquia refere que, e citamos, “Os objetivos passam por fomentar o convívio, a partilha de vivencias e uma aprendizagem ao longo da vida, promover a saúde física, mental e racional entre os participantes, melhorando a sua qualidade de vida e ainda incentivar o voluntariado e o empenho cívico solidário na comunidade”.

Os alunos têm ainda a oportunidade de participar em concursos de grupos musicais, de teatro e de cultura geral, assim como integrar visitas de estudo e muitos momentos de convívio. Recorde-se igualmente que a UTICA faz parte da RUTIS – Rede de Universidades da Terceira Idade, e nasceu de um protocolo de parceria estabelecido entre a Câmara Municipal de Azambuja e a Santa Casa da Misericórdia de Azambuja.


“5300 alenquerenses querem reversão do serviço da água” – Carlos Ferreira em entrevista no F-Canal

Carlos Ferreira é um dos grandes dinamizadores do Movimento Alenquer Água Justa a par de Alfredo Trinca e de António Matos. Um ano depois da fundação do Alenquer Água Justa, Carlos regressa ao nosso estúdio para fazer um balanço destes derradeiros meses.