Azambuja: André Duarte lança o seu primeiro livro de poesia

A M Duarte é a assinatura literária de André Duarte, jornalista e gestor de redes sociais de profissão, natural de Azambuja. André acaba de lançar o seu primeiro livro de poesia intitulado “Detesto Ter Palavras e Não Saber o Que Fazer Com Elas”. O autor é formado em Ciências da Comunicação desde 2009 e tem um mestrado em Jornalismo tirado em 2012.

André Duarte conta com um percurso multifacetado, no qual foi animador na Rádio MEO Sudoeste, autor e editor do programa Nostalgia dos Famosos (Rádio Nostalgia), jornalista do Volante TV (SIC/SIC Notícias) e do semanário AutoSport, sendo actualmente Gestor de Redes Sociais na agência Zoom Motorsport.

Este ano André Duarte estreou-se em publicações com a obra de poesia Detesto Ter Palavras e Não Saber o Que Fazer Com Elas. “O livro é um exercício de escrita em total liberdade. Raras vezes sei o que vou escrever. Simplesmente vem-me uma palavra, uma frase, uma ideia, e, não sei explicar, mas sinto, sei quando está ali um poema”, afirmou ao Fundamental, explicando a sua linha artística.

O jovem escritor acrescenta: “isto pode soar um pouco presunçoso, mas é desta maneira que me acontece. E então, pego na caneta e parto para o papel e liberto o que não sei que vou dizer, mas digo. É um sentimento visceral, catártico, como se de mim saísse algo que desconheço o que será”, refere o escritor, natural de Azambuja.

André Duarte confessa que já há vários anos que participa no Concurso Literário organizado pela Câmara Municipal de Azambuja, o qual “funciona como um estímulo para a escrita. Há prazos e tens que cumprir. E, de facto, isso funciona bem comigo”, explicou, acrescentando, “este livro acabou por ser editado através da Emporium Editora, a quem só tenho a agradecer-lhes terem confiado e apostado em mim, que não tinha nada publicado, e editarem poesia, um género de menor expressão comercial”.

Sem especificar uma temática, André aponta: “Agora à distância consigo depreender algumas tendências. Penso que os poemas navegam, isto num sentido bastante lato, por um olhar sobre as relações humanas, o amor, a morte, formando, em alguns casos, um pequeno contar de histórias que constituem quase breves narrativas”.

Detesto Ter Palavras e Não Saber o Que Fazer Com Elas é um livro que dá seguimento ao trabalho produzido e partilhado no instagram que o autor criou em 2018, @contracapa_andreduarte, onde desde então publica regularmente poemas da sua autoria. Acrescente-se que a sessão de lançamento estava agendada para o passado mês de Março, mas devido à pandemia não se concretizou. “Será feita assim que possível”, garante o autor.

Quanto ao gosto pelo género, André Duarte confessa: “Foi algo que descobri de que gostava e, sobretudo, precisava, mas não sei bem balizar como ou quando. Vejo a poesia como o pintor que pega numa tela branca e tem o mundo a seus olhos, aquela tela pode ser tudo. E a poesia é isso, é um exercício puro de liberdade. Não temos de respeitar uma estrutura, não há uma fórmula, há apenas o ato de ser livre. De dizer. E isso é tudo”.

O livro está à venda online na Fnac, Bertrand, Wook e no site da Emporium Editora, em versão física e digital. André Duarte tem também já confirmada a presença na Feira do Livro do Porto 2020, dia 13 de Setembro, às 13h00, onde fará uma sessão de divulgação da obra. A Feira do Livro de Lisboa também está na rota de eventos, embora ainda sem data confirmada.

COMPARTILHAR