Coronavírus em Aveiras: Luís de Sousa afirma que Hospital de Vila Franca não sinalizou situação

Presidente da Câmara de Azambuja explicou há minutos em exclusivo ao Fundamental a cronologia dos acontecimentos do âmbito deste caso de coronavírus detectado em Aveiras de Cima. Sousa garante que o Hospital de Vila Franca não sinalizou o caso junto da Delegada de Saúde do Concelho.

O presidente da Câmara Municipal de Azambuja explicou há minutos em exclusivo ao Fundamental a cronologia dos acontecimentos do âmbito deste caso de coronavírus detectado em Aveiras de Cima. Luís de Sousa garante que o Hospital de Vila Franca de Xira não sinalizou o caso junto da Delegada de Saúde do Concelho.

Refira-se que a Delegada de Saúde do Concelho de Azambuja apenas confirmou o caso de infecção de coronavírus pelas 15 horas de hoje, ou seja, há cerca de uma hora e meia, muito depois do Fundamental ter avançado com a notícia. De acordo com Luís de Sousa, houve uma falha clara da unidade hospitalar de Vila Franca de Xira ao não reportar o caso às autoridades concelhias.

Ainda de acordo com o presidente da Câmara de Azambuja, a infecção por coronavírus foi detectada pelo serviço de Medicina do Trabalho contratado pela entidade empregadora desta cidadã. Uma vez identificada a suspeição de infecção, a senhora foi enviada para o Hospital de Vila Franca de Xira, onde fez o teste que acusou positivo pela Covid-19.

Fontes contactadas pelo Fundamental garantem que a senhora já se queixava desde há dias de sintomas que poderiam configurar uma infecção de coronavírus. No entanto, manteve-se no local de trabalho – Área de Serviço da Auto Estrada de Aveiras de Cima – durante vários dias. Ter-se-á queixado à sua superior hierárquica, que terá desvalorizado o caso, alegando que tais queixas seriam “coisas da cabeça” da senhora. Afinal, a senhora tinha todas as razões do mundo para apresentar queixas.

Recorde-se que Luís de Sousa também é presidente da Protecção Civil do Município de Azambuja, cargo que desempenha por inerência do estatuto de Presidente da Câmara. Sousa afirmou ao Fundamental: “Confirmo esse caso de coronavírus em Aveiras de Cima e posso adiantar que toda a família da senhora já se encontra em quarentena”.

No entanto, o autarca informou: “A sogra da senhora infectada é que persiste em andar pela rua, mas se necessário for as autoridades entrarão em acção para fazer cumprir a Lei e as recomendações das autoridades nesta fase crítica das nossas vidas”.


VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR