Reabertura da Ponte Dona Amélia decidida na próxima quinta-feira

A reabertura da Ponte Rainha Dona Amélia poderá ser decidida na próxima quinta-feira. Os municípios do Cartaxo e de Salvaterra de Magos aguardam a decisão final das Infraestruturas de Portugal, que se deverão pronunciar precisamente no dia 16 deste mês.

A reabertura da Ponte Rainha Dona Amélia poderá ser decidida na próxima quinta-feira. Os municípios do Cartaxo e de Salvaterra de Magos aguardam a decisão final das Infraestruturas de Portugal, que se deverão pronunciar precisamente no dia 16 deste mês. Em causa estão as condições de segurança daquela ponte, que inclusive conduziram ao seu encerramento ainda antes do período de Natal.

E foi precisamente hoje, dia 14 de Janeiro, que os Municípios do Cartaxo e de Salvaterra de Magos contactaram a empresa pública Infraestruturas de Portugal que terá garantido que, no decurso desta semana, previsivelmente na próxima quinta-feira, irá emitir decisão sobre a eventual reabertura da circulação na Ponte.

Recorde-se que a 9 de Janeiro o Município do Cartaxo procedeu à entrega do relatório técnico sobre as condições actuais de segurança da Ponte Rainha D. Amélia à empresa Infraestruturas de Portugal. Esse relatório será essencial para decisão sobre a reabertura da circulação na Ponte Rainha D. Amélia.

Pedro Ribeiro, presidente da autarquia do Cartaxo, explica: “este relatório conjuga os dados da inspecção subaquática aos pilares da Ponte, realizada a 6 de Janeiro, e do levantamento batimétrico ao leito do rio, levado a cabo no dia 27 de Dezembro”.

Recorde-se que as Câmaras Municipais do Cartaxo e de Salvaterra de Magos suspenderam  a circulação na Ponte Rainha D. Amélia por razões de segurança. Foi no passado dia 20 de Dezembro, na sequência do aumento de caudais do Tejo resultante da depressão ELSA. No mesmo dia as duas autarquias decidiram levar a cabo, com carácter de urgência, os trabalhos de inspecção das condições de segurança daquela ponte que estabelece ligação entre Muge e Porto de Muge.

Refira-se ainda que em conformidade com o protocolo existente com as Infraestruturas de Portugal, compete à Câmara Municipal do Cartaxo proceder à monitorização da Ponte através do procedimento técnico de levantamento batimétrico e de inspecção subaquática aos pilares da ponte. Já à Câmara Municipal de Salvaterra de Magos cabe o levantamento topográfico do tabuleiro.