Casais dos Britos: “Os Casaleiros” assinalam um quarto de século neste fim de semana

O Grupo Tradicional “Os Casaleiros” de Casais dos Britos vai comemorar o seu 25º aniversário nos próximos dias 19 e 20 de Outubro. A colectividade está integrada no Centro Cultural e Recreativo de Casais dos Britos e dedica-se à preservação e divulgação do folclore e da etnografia típicos da sua localidade.

O Grupo Tradicional “Os Casaleiros” de Casais dos Britos vai comemorar o seu 25º aniversário nos próximos dias 19 e 20 de Outubro. A colectividade está integrada no Centro Cultural e Recreativo de Casais dos Britos, na Freguesia de Azambuja, e dedica-se à preservação e divulgação do folclore e da etnografia típicos da sua localidade.

A iniciativa tem como principal objectivo juntar todos aqueles que ao longo deste quarto de século foram fundadores, colaboradores, conselheiros, amigos e membros resistentes do grupo. No primeiro dia de festejos, já amanhã, sábado, as comemorações têm início pelas 09h00 com uma romagem aos cemitérios de Azambuja, seguindo-se uma cerimónia religiosa na Capela de Nª Senhora de Fátima, em Casais dos Britos.

Marcado para as 13h00 está o almoço comemorativo dos 25 anos. Após a refeição, será feita a entrega de diplomas alusivos à data aos fundadores, colaboradores e amigos, bem como a entrega de lembranças aos elementos que fazem parte da vida do grupo ininterruptamente ao longo destes 25 anos. A tarde terminará em convívio com um baile “Recordar é Viver”.

No dia 20 de Outubro, domingo, dá-se o encerramento da festa de aniversário com uma tarde de folclore. A partir das 15h00 poderão apreciar-se as actuações do grupo anfitrião, do Rancho Folclórico Ceifeiras e Campinos de Azambuja e do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Aveiras de Cima.

Fundado a 16 de Outubro de 1994, o Grupo Tradicional “Os Casaleiros” continua a divulgar as tradições, usos e costumes dos Casaleiros de Azambuja ao cabo de vinte e cinco anos. Esta festa assinalará igualmente a homenagem ao seu fundador, o etnógrafo popular “Mestre” Sebastião Mateus Arenque.