Alenquer: Acidente com fuga e abandono do veículo reforça perigo rodoviário da rua das Fontes

Aconteceu esta noite, há pouco mais de uma hora. Um veículo desgovernado abalroou um outro veículo estacionado na Rua das Fontes, no Bairro das Paredes. O condutor acabou por se colocar em fuga, depois de alegadamente ter-se refugiado em casa de um conhecido que habita nas redondezas.

Aconteceu esta noite, há pouco mais de uma hora. Um veículo desgovernado abalroou um outro veículo estacionado na Rua das Fontes, no Bairro das Paredes em Alenquer. O condutor acabou por se colocar em fuga, depois de alegadamente ter-se refugiado em casa de um conhecido que habita nas redondezas. Do acidente resultou também a destruição de um muro e de um portão, de acordo com uma fonte contactada pelo Fundamental. Não há feridos a registar na sequência deste acidente.

A ocorrência terá tido lugar por volta das 22 horas desta quinta-feira. De acordo com Alfredo Trinca, morador naquela rua, o condutor da viatura acidentada terá abandonado o local e também a viatura em que seguia logo após o acidente, e ter-se-á refugiado em casa de um conhecido. A viatura em causa, da marca Mercedes, terá ambos os pneus dianteiros furados, pelo que ficou imobilizada exactamente no meio da via, conforme a fotografia documenta.

Ainda de acordo com a mesma fonte, o condutor do veículo terá abandonado definitivamente a habitação do conhecido após ter tomado conhecimento de que as autoridades tinham sido chamadas ao local. Neste momento, a poucos minutos da meia noite, estão no local do acidente agentes da Guarda Nacional Republicana, alguns moradores, o presidente da Junta de Freguesia de Alenquer – Paulo Matias – e ainda a proprietária do veículo acidentado, que não será a mesma pessoa que o conduzia, de acordo com este testemunho que recolhemos, morador nesta rua e observador presencial do ocorrido.

De referir que esta via tem sido uma das artérias do bairro das Paredes mais fustigadas pelos acidentes e ocorrências deste género. Trata-se de uma rua bastante utilizada sobretudo por quem deseja evitar a concentração de tráfego na estrada nacional 1, agora denominada IC2. Segundo os moradores, os acidentes deste género têm sido frequentes uma vez que a rua é também utilizada por quem pretende fugir ao controlo das autoridades aquando das chamadas operações STOP.

De resto, os moradores da Rua das Fontes já reuniram inclusive com as autoridades e os eleitos municipais. Essa reunião teve lugar na sede da autarquia, já neste ano de 2019, e aconteceu na sequência de alguns emails enviados aos responsáveis autárquicos alertando para o perigo que constitui este cenário que afecta uma das principais artérias das Paredes.


VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR