Casa da Juventude oficialmente aberta em Azambuja

O Município de Azambuja promoveu uma visita aberta à Casa da Juventude em Azambuja. O evento teve lugar na passada segunda-feira. O equipamento localiza-se no número 37 da Rua dos Campinos, precisamente na vila-sede de concelho.

A Casa da Juventude irá entrar já em funcionamento, acolhendo os jovens e técnicos portugueses, espanhóis e italianos participantes no projecto BEMORE.

O Município de Azambuja promoveu uma visita aberta à Casa da Juventude em Azambuja. O evento teve lugar na passada segunda-feira. O equipamento localiza-se no número 37 da Rua dos Campinos, precisamente na vila-sede de concelho.

As boas-vindas aos primeiros visitantes do equipamento foram feitas pelo Presidente da Câmara, Luís de Sousa, que sublinhou “o bom aproveitamento dos fundos comunitários e a recuperação deste imóvel para o serviço de toda a juventude do Concelho de Azambuja”.

Este é um dos projectos integrados no PARU, o Plano de Acção de Regeneração Urbana e Centros Urbanos Complementares, submetido pelo Município de Azambuja e aprovado com apoio financeiro comunitário. O projecto Casa da Juventude foi comparticipado pela União Europeia em 85%, através do FEDER. A candidatura, com o valor de 376.798,97 euros, foi co-financiada em 320.278,87 euros.

Ainda de acordo com Luís de Sousa, “a nova Casa da Juventude constitui a concretização do objectivo traçado pela autarquia para a requalificação de um edifício municipal degradado; aliás, de facto tratou-se de uma verdadeira reconversão de um imóvel que já serviu de posto local da Guarda Nacional Republicana e também já funcionou como arquivo histórico do município”.

O actual projecto teve como objectivo dar nova vida a este património e dotá-lo de valências de apoio a actividades com jovens, possibilitando assim aos seus utilizadores o uso destas instalações para iniciativas lúdicas, mas também de formação, dispondo de alguma capacidade de alojamento.

“Este espaço requalificado passará a ser mais um ponto de encontro para os jovens do concelho, um local que se pretende dinâmico, onde as actividades são criadas por jovens e para os jovens”, acrescentou ainda o autarca. Além de espaços para actividades de formação e de convívio, o edifício tem capacidade de alojamento para 20 pessoas.

A Casa da Juventude irá entrar já em funcionamento, acolhendo os jovens e técnicos portugueses, espanhóis e italianos participantes no projecto BEMORE. “Um projecto que quer testar e validar um modelo de educação não formal explorando diversas expressões artísticas”, rematou o presidente da autarquia de Azambuja.