Salvaterra: autarquia promove história do concelho através do prazer da leitura

A Câmara de Salvaterra vai promover a publicação e a apresentação de quatro livros no mês de Setembro, no âmbito da sexta edição das Jornadas de Cultura que têm lugar de 13 a 29 de Setembro.

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos vai promover a publicação e a apresentação de quatro livros no mês de Setembro, no âmbito da sexta edição das Jornadas de Cultura que têm lugar de 13 a 29 de Setembro no Concelho de Salvaterra de Magos.

A autarquia irá lançar o seu sexto livro infantojuvenil com o objectivo “de divulgar e promover, de forma lúdica e didáctica, a história do concelho, nomeadamente junto dos mais novos”, de acordo com fonte da mesma. O evento decorrerá no dia 14 de Setembro pelas 16 horas e terá por palco as instalações da Falcoaria Real de Salvaterra de Magos.

“Niki e Vicky – Assalto em Salvaterra”, da autoria de Thereza Ameal – uma conceituada escritora de Salvaterra de Magos, filha da atriz Tareka e do ganadero João Ramalho – conta com ilustrações de Miguel Cardoso e vem juntar-se à colecção de livros publicados pela autarquia desde 2014, como forma de incentivar a hábitos de leitura regulares.

A Câmara Municipal vai também apostar na reedição da obra “O falar da Glória do Ribatejo”, da autoria de Idalina Serrão Garcia, um importante documento de divulgação da identidade e memória social da comunidade local. De acordo com a mesma fonte, “esta reedição contribuirá para enriquecer o projecto de classificação dos bordados típicos de Glória do Ribatejo como património imaterial nacional”.

Refira-se que este projecto está a ser desenvolvido pelo Município de Salvaterra de Magos em parceria com a Universidade de Évora e em estreita colaboração com associações e entidades locais. A apresentação terá lugar no dia 29 de Setembro, pelas 16 horas, no auditório da Casa do Povo de Glória do Ribatejo.

No mesmo dia e no mesmo local será publicada a sexta edição da Revista Magos. Trata-se de uma publicação cultural com periodicidade anual e cuja responsabilidade editorial é do Município de Salvaterra de Magos. “Desde o seu primeiro número, em 2014, a revista assumiu estrategicamente uma função de defesa, estudo, preservação e divulgação da história local e do património cultural concelhio, contando com a colaboração de vários investigadores e académicos”, adianta a mesma voz da Câmara de Salvaterra.

Acrescente-se que este número será dedicado à importância das Festas em Honra de Nossa Senhora da Glória, festividades cuja génese remonta à Idade Média, ao século XIV, testemunho vivo da tipicidade da cultura gloriana.

No âmbito das Jornadas da Cultura será ainda apresentado o livro “O Marquês que desafiou a Morte” pelo autor Fernando Almeida e Vasconcellos, um descendente “Costa Freire”, família cujos homens foram responsáveis durante várias gerações pela administração do Palácio Real de Salvaterra de Magos, designados por Almoxarifes do Paço.

Este evento decorrerá a 13 de Setembro, pelas 21 horas, na Igreja Matriz de Salvaterra de Magos. Trata-se de um romance histórico, que decorre no século XIX, abordando a forma como se encarava a política em Portugal durante esse período, dando especial destaque à vivência da família real em Salvaterra de Magos.