Aveiras: câmara anuncia abertura do concurso para requalificar Parque da Milhariça

A autarquia de Azambuja aprovou a abertura de concurso para a concretização do projecto de requalificação do Parque da Milhariça, em Aveiras de Cima. O preço base do concurso público desta obra é de 900 mil euros.

O Executivo Municipal de Azambuja aprovou a abertura de concurso para a concretização do projecto de requalificação do Parque da Milhariça, em Aveiras de Cima. Foi na última reunião de câmara que teve lugar no dia 30 de Julho. O preço base do concurso público desta obra é de 900 mil euros, acrescidos do imposto sobre valor acrescentado.

Relativamente à apresentação do projecto, a autarquia afirma, e citamos, “que o princípio geral de intervenção de constituir a área de recreio e lazer do Parque da Milhariça consubstancia-se no facto de se ligar os Casais da Milhariça com a sede de freguesia de Aveiras de Cima”.

Por essa razão, e ainda de acordo com a mesma fonte, “será elemento integrante da intervenção a construção de um passadiço sobre a Ribeira da Milhariça, que articule as duas áreas urbanas, dotando o Parque da Milhariça como elemento agregador que imputa a coesão territorial preconizada”.

O espaço vai ter parque de estacionamento como estrutura de apoio ao espaço verde de recreio e lazer que se pretende concretizar. O acesso ao parque de estacionamento estabelece-se a partir da Rua da Serrada, que será também objecto de requalificação através da sua repavimentação com recurso a cubos de pedra de granito, o mesmo pavimento do parque de estacionamento previsto.

Este futuro Parque da Milhariça vai ter um edifício de apoio, com snack-bar, balneários de serviço ao campo de jogos e instalações sanitárias públicas. O edifício disponibilizará um espaço de esplanada, voltada para as duas áreas de equipamentos infantis a concretizar: uma albergará um equipamento para a faixa etária dos 6 aos 10 anos e outra com equipamentos destinados a crianças com idades compreendidas entre os 2 e os 6 anos.

De acordo com nota de imprensa do município de Azambuja, “está prevista a plantação de árvores de espécies características da mata ribeirinha, com diferentes portes, projectando sombra nas áreas de estadia e promovendo o conforto e a fruição do espaço silvestre que aqui se pretende recriar”.

Na zona adjacente à margem da Ribeira da Milhariça está ainda prevista a plantação de uma mistura arbustiva de espécies ripícolas. “O mesmo processo deverá ser adoptado na plantação de espécies herbáceas que revestirão os taludes, concretizando a sua estabilização e a diversidade paisagística do lugar”, complementa fonte da autarquia.