Alenquer: Alfredo Trinca declara “guerra” à concessionária da água com caminhada de protesto

É já sábado que terá lugar a caminhada de protesto de cidadãos alenquerenses para com a empresa Águas de Alenquer. Esta caminhada foi organizada há cerca de dois meses por Alfredo Trinca e tem obtido uma adesão significativa nas redes sociais.

Alfredo Trinca promove a caminhada de protesto que decorrerá na manhã de sábado, dia 29 de Junho, em Alenquer

É já na manhã de sábado que terá lugar a caminhada de protesto de cidadãos alenquerenses para com a empresa Águas de Alenquer, a concessionária que detém o serviço no município desde Novembro de 2003. Esta caminhada foi organizada há cerca de dois meses pelo cidadão Alfredo Trinca e tem obtido uma adesão significativa nas redes sociais.

De acordo com Trinca, a caminhada servirá para dar início ao movimento de cidadãos em defesa de uma água justa. “Tomarei novamente a mesma iniciativa noutra data caso nada mude. Pedi e aguardo resposta até sexta feira acerca de prazos para melhorias de cada um dos pontos apresentados”, refere, numa alusão à reunião ocorrida no final da tarde de terça feira e que juntou à mesa do gabinete de Pedro Folgado o próprio presidente da autarquia, Manuel Matias, António Matos e Alfredo Trinca.

Refira-se que Pedro Folgado não estará em Alenquer para receber os “caminhantes” por uma água mais justa. O presidente da autarquia justifica a ausência com compromissos assumidos anteriormente, ainda que esta caminhada esteja prevista há mais de dois meses. Devido à ausência, Alfredo Trinca apresentou ao autarca um conjunto de oito questões para as quais Pedro Folgado prometeu uma resposta até ao final do dia de amanhã, sexta feira.

Na posse destas respostas, Trinca poderá então elucidar os participantes na caminhada sobre a posição do presidente da autarquia em relação às dúvidas apresentadas. “Independentemente de os responsáveis estarem a fazer o que lhes compete que é ouvir e dar seguimento aos problemas dos munícipes, é muito importante que a questão continue a merecer o cuidado, união, e “caminhar” de todos nós”, reforça Alfredo Trinca.

O promotor deste movimento acrescenta: “No sábado vamos caminhar e registar quais as soluções do presidente, bem como conhecer o período de tempo que Folgado prevê necessitar para concretizar tais respostas. Eu estou disponível para organizar mais caminhadas pela nossa água, por uma água mais Justa”, conclui Alfredo Trinca.

Relembre-se que a caminhada vai ter lugar no próximo sábado, dia 29 de Junho, pelas 9 horas. O ponto de encontro ocorrerá junto ao Centro de Saúde em Alenquer. De acordo com o organizador, aí terá inicio uma simples e breve caminhada que pretende lutar por uma “água mais justa”. Alfredo Trinca ainda diz, a propósito deste assunto: “Neste momento a questão centra-se no equilíbrio financeiro da factura de água que os alenquerenses pagam desde há 15 anos e vão pagar nos próximos 15 anos”.

 

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR