Ponte Rainha D. Amélia: projecto de requalificação avança de imediato

O projecto técnico de requalificação da Ponte Rainha D. Amélia vai avançar de imediato. A garantia foi dada hoje pelos presidentes das autarquias de Salvaterra de Magos e Cartaxo, os dois municípios servidos pela estrutura edificada sobre o Rio Tejo.

O projecto técnico de requalificação da Ponte Rainha D. Amélia vai avançar de imediato. A garantia foi dada hoje pelos presidentes das autarquias de Salvaterra de Magos e Cartaxo, os dois municípios servidos pela estrutura edificada sobre o Rio Tejo. A reunião decisiva teve lugar na sede da Infraestruturas de Portugal em Almada, na manhã desta última quarta-feira, dia 30 de Janeiro.

De acordo com uma note de imprensa conjunta de ambos os municípios, os Presidentes das Câmaras Municipais do Cartaxo e de Salvaterra de Magos insistiram com a Infraestruturas de Portugal no sentido da equipa projectista, que saiu do concurso recentemente adjudicado, avaliasse a possibilidade técnica de alargar a plataforma de circulação na Ponte Rainha D. Amélia.

Com este passo, o objectivo será dotar a ponte com capacidade para que a estrutura possa ajudar um pouco mais a economia local e regional, em particular aqueles que se dedicam ao sector agrícola. Face às características daquela infraestrutura rodoviária a solução parece ser complexa, mas foi assumido o compromisso dessa avaliação ser feita pelos projectistas.

O projecto, a elaborar num prazo estimado de 150 dias, incluirá o estudo da erosão dos pilares ao nível das fundações, o tratamento e a pintura de toda a estrutura metálica, a reparação integral do tabuleiro da ponte, em particular do seu pavimento e das suas grades de protecção e do sobre-esforço a que os aparelhos de apoio têm estado sujeitos.

“Os dois municípios congratulam-se ainda com a rápida resposta do Ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, às chamadas de atenção e preocupações que tem feito chegar ao Governo e à IP, tendo fundadas expectativas que o concurso para a execução desta importante obra seja lançado ainda no decurso do corrente ano”, acrescenta a mesma nota de imprensa.