Alenquer: bombeiros suspeitos de atear fogos começam a ser julgados

O caso remonta ao verão deste ano e chocou os alenquerenses: Fábio Delgado e André Vitorino vão ser julgados por suspeita de fogo posto. O debate instrutório teve inicio nesta segunda-feira no Tribunal de Loures.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O caso remonta ao verão deste ano e chocou os alenquerenses: Fábio Delgado e André Vitorino vão ser julgados por suspeita de fogo posto. O debate instrutório teve inicio nesta segunda-feira no Tribunal de Loures.

Fábio Delgado de 25 anos e André Vitorino de 20, dois elementos que cooperavam com a corporação dos voluntários de Alenquer, estão acusados pelo Ministério Público de terem ateado mais de 20 fogos entre o verão de 2017 e Junho de 2018.

Refira-se que a abertura do debate foi requerida por um dos arguidos e o juiz de instrução criminal de Loures analisa as acusações dos dois bombeiros.

A investigação da Policia Judiciária, que levou à detenção de ambos e à consequente formulação da acusação, imputou provas que ligam Fábio Delgado e André Vitorino a incêndios florestais no concelho de Alenquer. Os incêndios foram ateados com recurso a gasolina.