Novo pedido recusado: Rosa Grilo vai continuar na prisão

Rosa Grilo e o denominado amante da viúva de Luís Miguel Grilo vão continuar em prisão preventiva. A acusação deverá ser deduzida nos próximos meses. A decisão foi reforçada na passada segunda-feira pela Juiz do Tribunal de Vila Franca de Xira.

Foi decidido nesta última segunda-feira: Rosa Grilo e o denominado amante da viúva de Luís Miguel Grilo vão continuar em prisão preventiva. A acusação deverá ser deduzida nos próximos meses. Segundo a legislação, as medidas de coação aplicadas em Setembro passado no âmbito deste processo terão que ser obrigatoriamente revistas a cada trimestre.

Refira-se que a continuidade da prisão preventiva dos dois suspeitos fora solicitada pela procuradora titular do inquérito. A juíz titular do processo decidiu de acordo com o pedido da procuradora: permanência na cadeia de ambos os suspeitos, Rosa Grilo e António Joaquim. A defesa do “amante” de Rosa já tinha solicitado a alteração desta medida de coação, mas o pedido não foi atendido pelo tribunal de Vila Franca, como é do conhecimento público.

Recorde-se que Rosa Grilo e António Joaquim foram presos no dia 26 de Setembro e a Polícia Judiciária referiu na altura existirem “fortes indícios da prática de crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver e detenção de arma proibida”.

Luís Miguel Grilo foi dado como desaparecido pela viúva no dia 16 de Julho, alegando esta que o triatleta saíra para um treino de bicicleta. O corpo foi encontrado a 24 de Agosto, num terreno ermo no concelho de Avis, a mais de 130 quilómetros de Vila Franca de Xira. Luís Grilo estava sem roupa, com um saco de plástico enfiado na cabeça e a autópsia veio a revelar que fora atingido com um tiro na cabeça.

Perto do corpo de Luís Grilo encontrava-se um tapete idêntico aos que haviam no quarto do casal Luís e Rosa Grilo, na moradia da localidade de Cachoeiras. Desde então muitas foram as versões e contradições que resultaram das declarações prestadas por Rosa Grilo e António Joaquim. Rosa está detida na Cadeia de Tires e António na cadeia anexa à Polícia Judiciária de Lisboa.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR