OesteCIM defende Ota como complemento ao aeroporto de Lisboa

A Comunidade Intermunicipal do Oeste deliberou, por unanimidade, que o processo de tomada de decisão final sobre a localização da nova infraestrutura aeroportuária complementar ao aeroporto Humberto Delgado deve reconsiderar a opção “Ota”, considerando ainda todos os constrangimentos associados à opção “Montijo”. Esta deliberação foi tomada na reunião de Conselho de 13 de Dezembro.

A Comunidade Intermunicipal do Oeste deliberou, por unanimidade, que o processo de tomada de decisão final sobre a localização da nova infraestrutura aeroportuária complementar ao aeroporto Humberto Delgado deve reconsiderar a opção “Ota”, considerando ainda todos os constrangimentos associados à opção “Montijo”. Esta deliberação foi tomada na reunião de Conselho de 13 de Dezembro.

Em linha com as principais preocupações estratégicas para o desenvolvimento do nosso país, a Comunidade Intermunicipal do Oeste reconhece a importância da problemática relacionada com o novo aeroporto da região de Lisboa, uma vez que a oferta actual está esgotada e sendo este um dos principais problemas do turismo português e, consequentemente, das exportações nacionais.

Nesta deliberação, o Conselho Intermunicipal relembrou as vantagens económicas e financeiras desta opção, o ordenamento do território e as acessibilidades já existentes como factores críticos de sucesso desta solução.’