Fernando Silva: futuro do futebol sénior do Carregado passa pela criação de uma SAD

O futuro do futebol sénior do Carregado poderá passar pela criação de uma Sociedade Anónima Desportiva (SAD). De acordo com Fernando Silva, presidente da Associação Desportiva, este passo será essencial para a futura sustentabilidade do escalão principal de futebol da ADC.

O futuro do futebol sénior do Carregado poderá passar pela criação de uma Sociedade Anónima Desportiva (SAD). De acordo com Fernando Silva, presidente da Associação Desportiva, este passo será essencial para a futura sustentabilidade do escalão principal de futebol da ADC. O presidente do Carregado falou ao Fundamental e explicou as razões de uma época decepcionante na Pró Nacional.

FQue explicação pode avançar para a época decepcionante que a equipa sénior do Carregado está a realizar, com descida já assegurada de divisão?
Fernando Silva – Quando há quatro anos a Comissão Administrativa iniciou funções, decidiu o que fazer no sentido de alterar o rumo financeiro da Associação Desportiva. Foi tomada nessa altura a decisão corajosa de deixar de investir no futebol sénior. Nos três anos seguintes foi-se conseguindo assegurar a manutenção no Pró-Nacional, mas este ano reflectiu-se o desinvestimento, pelo que a descida de divisão não foi uma surpresa para nós.

FAbdicar de participar no Pró Nacional e recomeçar na divisão de baixo (2ª divisão de Lisboa) não teria sido a melhor opção, tendo em conta a forma como decorreu esta temporada?
Fernando Silva
Achámos que essa não era a solução, até porque não estávamos à espera de uma época tão má, ainda que prevêssemos dificuldades. A divisão de honra, para onde agora descemos, poderá ser a ideal para a ADC neste momento, até porque sobem quatro equipas e esse poderá ser um aliciante para atrair jogadores a custo zero. A nossa formação seguramente vai ter mais oportunidades nesta divisão de honra de entrar na equipa sénior.

FComo é que se gere, na perspectiva do presidente, um balneário numa época como esta, em que em 24 jogos se perde 21, obtem-se dois empates e uma vitória conseguida na secretaria?
Fernando Silva
É uma boa pergunta. Não é uma gestão fácil de fazer, e aqui há que dar uma palavra de apreço aos jogadores e à equipa técnica, que mesmo com todas as dificuldades continuam empenhados em treinar e em cumprir. A época não decorreu como queríamos, ainda que desde há muito sentíssemos que iriamos descer de divisão, mas não esperávamos que fosse desta forma.

FOs sócios compreendem a estratégia de desinvestimento para tornar as contas sustentáveis? Ou reclamam pelos resultados da equipa?
Fernando Silva
Numa primeira abordagem os sócios não perceberam, e acabaram por se manifestar surpreendidos pela falta de resultados. Mas depois de explicada a situação, tenho a certeza de que qualquer sócio prefere um Carregado sustentável e financeiramente organizado e cumpridor do que o contrário.

FNa época passada a equipa sénior do Carregado conseguiu um sétimo lugar. Tendo em conta que afirma que os recursos eram os mesmos (jogadores a custo zero), o que é que correu mal esta época para que a equipa caísse desta forma?
Fernando Silva
A diferença foi que este ano não conseguimos atrair jogadores a custo zero com a qualidade global dos que atraimos na época passada. E a prova é que temos este ano nas melhores equipas alguns dos jogadores que estavam no Carregado na época passada, como é exemplo o Semedo, que está no Alverca. Mesmo assim, quero dar os parabéns aos treinadores que conseguem atrair jogadores a custo zero para a ADC, pelo simples prazer de representar este clube.

FO futuro da ADC poderá ser mais risonho, devido a esta forma sustentada de gerir o clube e em particular o futebol sénior?
Fernando Silva
Há uma mudança radical naquilo que são as contas do clube desde há 4 anos. O número de atletas da formação está a crescer visivelmente, e não apenas no futebol mas também nas chamadas modalidades de pavilhão, e quanto ao futebol sénior só há uma formula para um dia voltarmos a ter uma equipa mais competitiva: constituir uma Sociedade Anónima Desportiva exclusiva para o futebol sénior.

FA resolução da questão do novo campo de futebol é essencial para dar o passo da SAD?
Fernando Silva
Absolutamente essencial. A SAD não será possivel de realizar sem que esse passo seja dado. Nenhum investidor se interessará pelo Carregado nas condições actuais do nosso campo.

 

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR