Deputado do PS de Alenquer alerta Parlamento: “Centro de Saúde do Carregado vive situação dramática”

O deputado socialista de Alenquer João Miguel Nicolau apelou à Ministra da Saúde para que olhe para a situação urgente e dramática que se vive no Centro de Saúde do Carregado. Foi durante a discussão do Orçamento do Estado para 2022 na Assembleia da República.

O deputado socialista de Alenquer João Miguel Nicolau apelou à Ministra da Saúde para que olhe para a situação urgente e dramática que se vive no Centro de Saúde do Carregado. Marta Temido foi abordada por Nicolau no âmbito da discussão do Orçamento do Estado para 2022 na Assembleia da República.

João Nicolau lembrou no Parlamento que, e citamos, “o concelho de Alenquer tem cerca de 40 mil utentes, dos quais pouco mais de 23 mil têm médico de família atribuído; a situação é difícil em quase todas as unidades do concelho, mas é gritante no Centro de Saúde do Carregado onde dos mais de 13 mil utentes 11 mil não têm médico de família”. João Nicolau referiu ainda que este número representa 86% de utentes sem médico de família.

“A situação é desesperante para toda a população que deveria ser servida por esta unidade de saúde!” referiu mesmo o deputado alenquerense. Nicolau recordou durante a sua intervenção o diálogo e o trabalho que tem sido feito entre a Ministra, a administração e o Município de Alenquer. E aludiu ao forte investimento que tem sido levado a cabo por parte do município nas unidades de saúde. “O problema é que continuam a faltar médicos, o drama permanece e os utentes continuam a desesperar por médico de família”, disse à ministra o representante da região no hemiciclo.

Na resposta a este apelo de João Nicolau a Secretária de Estado da Saúde, Fátima Fonseca, anunciou a abertura de 3 vagas carenciadas para o ACES Estuário do Tejo, sendo que duas são para o Carregado, o que pode ajudar a minimizar a situação de forte carência vivida atualmente.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR