Azambuja reconhece interesse público em projecto que promete criar 270 empregos

A autarquia de Azambuja aprovou recentemente o reconhecimento de interesse público municipal para um investimento total que ascende aos 56 milhões de euros e que proporcionará a criação de 270 postos de trabalho directos, de acordo com Luís de Sousa.

A autarquia de Azambuja aprovou recentemente o reconhecimento de interesse público municipal para a construção de dois edifícios de armazenagem em nome da empresa Azambuja Virde Cella, S.A. Esta empresa apresentou à Câmara Municipal um investimento total que ascende aos 56 milhões de euros e que proporcionará a criação de 270 postos de trabalho directos, de acordo com Luís de Sousa.

A aprovação deste reconhecimento de interesse público decorreu na reunião extraordinária que teve lugar na passada segunda-feira, durante a qual foram igualmente aprovadas mais duas propostas de reconhecimento de interesse público municipal. A Virde Cella dedica-se à intermediação e desenvolvimento de projectos imobiliários, incluindo nesse âmbito a compra e venda de imóveis, bem como ao aconselhamento na área imobiliária. Trata-se de uma empresa formada em 4 de Abril do ano passado com sede na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, com um capital social de 50 mil euros, que anteriormente se denominava Projespin, S.A.

Uma das propostas aprovadas prende-se com a regularização da actividade pecuária da empresa Agrogados – Sociedade Agrícola Pecuária, Lda, com vista à legalização de edificações, fossa e lagoas e emissão da respectiva certidão.

Foi igualmente aprovado o reconhecimento de interesse público municipal destinado à construção do Parque da Milhariça, em Aveiras de Cima. Refira-se que estas declarações de interesse público serão agora submetidas à apreciação da Assembleia Municipal.