Colisão entre motociclo e automóvel na nacional 3 provoca dois feridos ligeiros

A EN3 continua a ser tristemente famosa pelos acidentes que nesta via têm palco. Na manhã desta terça-feira voltou a acontecer em Vila Nova da Rainha, no local onde o Fundamental entrevistou muito recentemente o Presidente dos Bombeiros de Azambuja.

Persiste teimosamente como um dos temas da actualidade. A estrada nacional 3 continua a ser tristemente famosa pelos acidentes que nesta via têm palco. Na manhã desta terça-feira voltou a acontecer em Vila Nova da Rainha, precisamente no local onde o Fundamental entrevistou muito recentemente André Salema, Presidente dos Bombeiros Voluntários de Azambuja e promotor da Plataforma EN3.

Quanto ao acidente de hoje, tratou-se de uma colisão de um veículo ligeiro de passageiros com um motociclo. Deste acidente resultaram dois feridos ligeiros, tendo estes sido transportados ao Hospital Distrital de Vila Franca de Xira. No local estiveram militares da GNR do Destacamento de Azambuja e ainda sete operacionais dos Bombeiros Voluntários de Azambuja e duas viaturas de socorro.

Entretanto a Plataforma EN3 assinalou recentemente dois anos sobre a iniciativa dos garrafões iluminados com velas, naquela que foi mais uma tentativa de chamar a atenção das entidades competentes para os perigos deste troço de estrada entre Azambuja e Carregado. Nesta ocasião Nuno Cláudio convidou André Salema para uma conversa tendo como pano de fundo o Memorial de Vila Nova da Rainha construído em memória das vítimas desta estrada nacional.

Nesta conversa procurámos abordar os desafios e as dificuldades que se colocam ao movimento Plataforma EN3, fundado pelo próprio André Salema, por Joaquim Ramos e por Inês Louro, respectivamente antigo Presidente da Câmara e actual pPresidente da Freguesia de Azambuja. As obras de requalificação tardam em passar do papel para a estrada. Tardam em deixar de ser meras intenções.

Numa altura em que a Zona Industrial de Azambuja tem sido o grande tema da actualidade devido ao surto de covid-19 que ameaça a região, vale a pena recordar todas as dificuldades e também os desafios que se colocam aos mentores desta Plataforma. Que surgiu há 4 anos, após mais um grave acidente que vitimou uma jovem de Alcoentre e condicionou a vida a mais três ouras jovens do Concelho de Azambuja, para as quais a estrada nacional 3 representará sempre uma fonte de más recordações.

Convidamo-lo a recordar aqui a conversa entre André Salema e Nuno Cláudio ocorrida a 16 deste mês de Maio. Em plena Estrada Nacional 3, em Vila Nova da Rainha, junto ao Memorial da Plataforma.

 

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR