André Salema ao F-Canal: “Os bombeiros de Azambuja são verdadeiros heróis”

O Presidente do Conselho Directivo dos Bombeiros Voluntários de Azambuja, André Salema, disse hoje no Fundamental Canal que os homens e mulheres que trabalham nesta corporação são, e citamos, "uns verdadeiros heróis".

O Presidente do Conselho Directivo dos Bombeiros Voluntários de Azambuja, André Salema, disse hoje no Fundamental Canal que os homens e mulheres que trabalham nesta corporação são, e citamos, “uns verdadeiros heróis”.

Devido à pandemia de coronavírus que assola a região, o País e o Mundo, neste momento são cerca de 18 os bombeiros profissionais desta corporação que fazem turnos de 24 sobre 24 horas durante duas semanas seguidas. André realça que tal nunca tinha acontecido em 86 anos de existência desta corporação.

André Salema fala do enorme esforço de reorganização que o Comandante dos Voluntários de Azambuja, Ricardo Correia, teve de empreender de forma a resguardar os voluntários para uma eventual segunda linha de chamada, caso venham a ser necessários. “Não podemos correr o risco de ter que entrar em quarentena, fechar o quartel e deixar a nossa população indefesa”, acrescenta Salema.

Ainda sobre as dívidas de outras entidades à corporação, assunto que mereceu o nosso destaque na entrevista que André Salema concedeu ao Fundamental em Agosto do ano passado, o presidente dos Bombeiros de Azambuja referiu: “Algumas entidades fizeram o devido pagamento após essa minha intervenção, mas é sempre uma grande dificuldade para recebermos o que nos é devido”.

André Salema acrescenta, de forma mais pormenorizada: “É tudo conseguido à força e eu não consigo compreender essa situação, como é que um serviço que já foi prestado e facturado é pago meses e meses mais tarde em relação à data em que o serviço foi prestado, e mesmo assim muitas vezes apenas conseguido de forma coerciva”.

O Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários de Azambuja acrescenta, em jeito de desabafo: “O que nos salva é que temos bons e maus pagadores, e para além dos bons pagadores temos tido o suporte do Município de Azambuja, que é certo no seu apoio à corporação”.

Acrescente-se que no final da tarde deste domingo, dia 19 de Abril, os bombeiros profissionais da corporação foram alvo de uma pequena homenagem que se destinou a reconhecer precisamente o esforço enorme que constitui cumprir turnos de 15 dias… 24 sobre 24 horas. Só mesmo ao alcance de grandes homens e mulheres, de facto.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR