Azambuja: moradores acusam Igreja Evangélica de não respeitar quarentena – Igreja desmente

Em Azambuja há quem persista em não respeitar a quarentena e as medidas restritivas no âmbito da pandemia de Covid-19. Uma Igreja Evangélica sediada no número 68 da Rua dos Campinos, em pleno coração da vila sede de concelho, recebeu esta noite a visita de agentes da GNR local.

Em Azambuja há quem persista em não respeitar a quarentena e as medidas restritivas no âmbito da pandemia de Covid-19. Uma Igreja Evangélica sediada no número 68 da Rua dos Campinos, em pleno coração da vila sede de concelho, recebeu esta noite a visita de agentes da GNR local.

Refira-se que já no passado fim-de-semana os seguidores desta Igreja Evangélica persistiram na manutenção destas reuniões que acabam invariavelmente por produzir aglomerados de pessoas. Já nessa altura os moradores da Rua dos Campinos ficaram incomodados com a situação e pensaram chamar a GNR ao local. Não o fizeram para não serem mal interpretados neste contexto.

Hoje voltou a acontecer, exactamente no mesmo local. Foi durante a noite desta quinta-feira que agentes da Guarda Nacional Republicana foram chamados à sede desta Igreja de Culto, perante mais um cenário possível de concentração de pessoas. Ou seja, o contrário de tudo o que se pede e é permitido neste momento delicado para o País e para o Mundo.

Quem lá estava dentro disse aos agentes da GNR que supostamente só lá estariam três pessoas. Moradores daquela rua garantem que seriam mais. Tal como no passado fim-de-semana, exactamente no mesmo local. Recorde-se que os cultos religiosos estão proibidos no âmbito do Estado de Emergência decretado pelo Governo e Presidente da República.

Gilmar, responsável por esta Igreja sediada em Azambuja, esclarece: “Foi publicada uma matéria que sugere que a igreja na rua dos Campinos fez aglomeração de pessoas, o que não é verdade”. Este cidadão acrescenta: “Estávamos fazendo uma transmissão on-line, com três pessoas no salão, o que inclusive foi comprovado pelo agente da GNR”.


Fundamental Canal | Folgado garante: “Não haverá cortes de água em Alenquer”

Pedro Folgado garantiu hoje no Fundamental Canal que não vão acontecer cortes no fornecimento de água devido a não pagamento de facturas no Concelho de Alenquer. Uma entrevista concedida ao jornalista Nuno Cláudio para ver aqui, já de seguida.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR