CERCI: a entrevista a José Manuel Franco sem a presença por vontade própria de Vasco Ramos

Era para ter sido um debate com a presença dos candidatos Vasco Ramos e José Manuel Franco. Ambos tinham inicialmente aceitado o desafio do Fundamental para a gravação do "frente a frente". Mas Vasco Ramos retrocedeu e a 48 horas do debate informou que tinha optado por, afinal, não estar presente.

Era para ter sido um debate com a presença dos candidatos Vasco Ramos e José Manuel Franco. Ambos tinham inicialmente aceitado o desafio do Fundamental e a gravação do “frente a frente” estava agendada para a passada segunda-feira, dia 27 de Janeiro. Mas Vasco Ramos retrocedeu e a 48 horas do debate informou que tinha optado por, afinal, não estar presente.

Para justificar a sua não comparência neste debate Vasco Ramos invocou, e citamos: “Durante estes últimos dias tem-se ouvido na Vila de Azambuja que o debate anunciado não é neste momento de bom agrado realizar-se, porque o mesmo irá incidir não só no que as Listas pretendem fazer, mas sim falar mais uma vez dos tempos difíceis da CERCI e ao que levou a mesma a chegar a este ponto, que para nós será mais uma vez “manchar” o seu nome”.

No seguimento da justificação do candidato, o Fundamental sugere que falar dos tempos difíceis da CERCI e o que levou a instituição a chegar a este ponto é essencial para esclarecer os cooperadores e a comunidade. O objectivo deste frente a frente seria conceder oportunidade aos dois candidatos para dar a conhecer à comunidade as propostas que têm para a presidência e gestão da instituição.

Naturalmente que respeitamos a decisão de Vasco Ramos de não ter estado presente. Entendemos prosseguir com o espaço de informação, agora no formato de entrevista, com a presença do candidato José Manuel Franco, que manteve a intenção de vir a estúdio, fosse para debate ou para entrevista.

Face aos meios que envolvem a gravação e edição deste espaço televisionado, o Fundamental não tem condição para realizar duas entrevistas em separado no tempo útil que antecede o acto eleitoral do próximo dia 7 de Fevereiro. Desta forma, o debate inicial deu lugar a uma entrevista com o candidato que, afinal de contas, desde o inicio que assegurou a sua presença. A cadeira de Vasco Matos ficou vazia, pois foi essa a vontade do candidato a presidente da CERCI de Azambuja.


VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR