Cartaxo: contagem decrescente para a Feira de Todos os Santos

A centenária Feira de Todos os Santos volta a assentar arraiais no Cartaxo. O certame decorrerá entre os dias 31 de Outubro e 3 de Novembro.

A cidade do Cartaxo recebe a Feira de Todos os Santos, uma das mais antigas feiras tradicionais do país. Este ano o certame vai decorrer, a par com a ExpoCartaxo, de 31 de Outubro a 3 de Novembro, no Pavilhão Municipal de Exposições e no Campo da Feira.

As tradições ribatejanas vão voltar a andar de mãos dadas com a mostra empresarial que ocupará a área interior do Pavilhão Municipal de Exposições, este ano com decoração renovada para acolher empresários e visitantes num espaço que o município quer ainda mais acolhedor.

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, destaca que a edição de 2019 da Feira de Todos os Santos e da Expocartaxo “tem vindo a ser construído em parceria com os empresários, com as nossas freguesias e com aqueles que, no nosso concelho, continuam a ser os maiores responsáveis pela preservação das nossas tradições – as associações e colectividades”.

Com inauguração prevista para as 18 horas do dia 31 de Outubro, sexta-feira e véspera de feriado, a Feira vai abrir a animação nocturna com uma enorme Festa de Halloween. Nos dias seguintes vai haver tempo para prestar Tributo aos Xutos e Pontapés, dançar com os DJ convidados, aplaudir o Grupo de Música Popular Chãs de Ourique e o Grupo de Cantigas da Terra, do Rancho Folclórico do Cartaxo e os seus convidados, descobrir a Escola de Acordeão Andreia Sofia ou guardar silêncio para ouvir o Fado de Hugo Faustino.

Os produtos típicos da gastronomia regional que vão estar disponíveis na área de tasquinhas ou nas bancas de venda continuam a ser o mote para a área de cozinha ao vivo, onde os visitantes os podem degustar e aprender a confeccionar. Este ano a gastronomia do concelho vai ser rainha deste espaço.

A este propósito, fonte da autarquia refere com alma: “Os vinhos nascidos nas terras férteis e únicas, as carnes temperadas com segredos ancestrais, os legumes simples das hortas que ganham protagonismo nos púcaros de barro, o pão que sai a fumegar dos fornos de lenha, os doces de comer à colher e os bolos que se guardam para saborear nas primeiras noites frias de Novembro vão estar lado a lado na Feira de Todos os Santos”.

A mesma fonte acrescenta: “O 1.º de Novembro, dia feriado e de enorme significado para as gentes do concelho, vai ser marcado pelo Festival de Fandango que trará à Feira de Todos os Santos a candidatura que o Cartaxo lidera – a candidatura do Fandango a Património Imaterial da Humanidade”. De referir que todos os ranchos folclóricos do concelho estarão presentes para, lado a lado e com convidados especiais, mostrarem a diversidade, a emoção e a força da dança que marcava a vida nos campos do Ribatejo.