Hélder Esménio: presidente da autarquia de Salvaterra em grande entrevista no Fundamental Canal

Hélder Manuel Esménio foi o convidado desta semana para mais uma grande entrevista no Fundamental Canal. O presidente da autarquia de Salvaterra de Magos aceitou o convite e veio até ao Carregado onde foi entrevistado no novo estúdio do canal de televisão do nosso jornal.

Hélder Manuel Esménio foi o convidado desta semana para mais uma grande entrevista no Fundamental Canal. O presidente da autarquia de Salvaterra de Magos aceitou o convite e veio até ao Carregado onde foi entrevistado no novo estúdio do canal de televisão do nosso jornal.

Nesta entrevista Hélder Esménio abordou aspectos relacionados com os seis anos que leva de presidência da autarquia salvaterrense, mas também perspectivou o futuro. Referiu que a grande prioridade, em 2013, foi reaproximar os serviços municipais dos cidadãos de Salvaterra de Magos. Remotivar os colaboradores da câmara foi outra das grandes prioridades do presidente.

A saúde era um dos problemas mais prementes em Salvaterra e a equipa liderada por Hélder Esménio teve de trabalhar com a administração central para inverter a tendência de anos anteriores durante os quais, de acordo com o autarca, Salvaterra de Magos foi um município votado ao completo abandono. Em 2013, cerca de 75 por cento da população não tinha médico de família mas actualmente, de acordo com Esménio, toda a população tem médico e cerca de 75 por cento tem clínico de família.

O presidente referiu ainda a importância de apostar na cultura e na valorização do património turístico e cultural de Salvaterra, também como factor de alavancagem da economia local. De acordo com Hélder Esménio, Salvaterra passou ao lado do processo de industrialização. Neste particular, o presidente faz questão de assegurar que não responsabiliza ninguém em particular.

Nesta entrevista Hélder Esménio respondeu à pergunta de Nuno Cláudio sobre a relação que mantinha com a antiga presidente da autarquia. “Não vou mentir para ser agradável: a minha relação é fria e distante, mas de respeito, como deve acontecer entre pessoas educadas”. Ainda acerca de Ana Cristina Ribeiro, Esménio não teve quaisquer problema em dizer que não reconhece à antiga autarca a capacidade de ter mudado Salvaterra de Magos para melhor.

A entrevista terminou com Hélder Esménio a opinar sobre as eleições legislativas que se avizinham. O autarca garante que não vê com maus olhos uma maioria absoluta, desde que a mesma não se transforme posteriormente em pretexto… para “tudo e mais alguma coisa”. E assegura que será recandidato em 2021, mas na condição de estarem estabelecidos dois pressupostos: ter saúde e sentir-se motivado para continuar a propor-se aos salvaterrenses. Veja a entrevista aqui, no Fundamental Canal… em qualquer parte do Mundo.

COMPARTILHAR