Falcoaria: Salvaterra assinala segundo aniversário da distinção na Unesco

A Câmara de Salvaterra vai assinalar a 1 de Dezembro o segundo aniversário do Reconhecimento pela UNESCO da prática da Falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos vai assinalar no dia 1 de Dezembro o segundo aniversário do Reconhecimento pela UNESCO da prática da Falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

No âmbito das comemorações, a Falcoaria Real de Salvaterra de Magos recebe, pelas 15 horas, a apresentação do mais recente romance histórico de Isabel Stilwell, “D. Maria I”. A escritora e jornalista foi autora de “O Príncipe D. Luís e O Mistério do mapa Roubado – Salvaterra de Magos ano de 1515”, o quarto livro infantil lançado pela Câmara Municipal em 2017, por ocasião das Jornadas de Cultura.

A sessão de apresentação do novo romance de Isabel Stilwell vai contar também com um momento musical com a harpista Katherine Ann Fiero, a soprano Maria Varandas e a Mezo Soprano Catarina Rodrigues. Para as 16 horas está marcada a inauguração da exposição permanente “Falcoaria: uma prática real em Salvaterra de Magos”.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos liderou a candidatura da prática da Falcoaria como Património Cultural Imaterial da Humanidade, juntamente com a Universidade de Évora e a Associação Portuguesa de Falcoaria, tendo conseguido o reconhecimento da UNESCO a 1 de Dezembro de 2016, em Adis Abeba, Etiópia.

Em 2017, como forma de assinalar o primeiro aniversário deste reconhecimento, foi inaugurado o Centro de Documentação “Joaquim da Silva Correia e Natália Correia Guedes” que reúne uma biblioteca, um arquivo, uma sala de leitura, a sede da Associação Portuguesa de Falcoaria e o Espaço Cátedra UNESCO.

A criação deste Centro de Documentação veio fortalecer o registo assumido em 2014 de “Salvaterra de Magos – Capital Nacional da Falcoaria”, tornando a Falcoaria Real num edifício que preserva a evolução histórica da falcoaria, aliando o conhecimento e a investigação à prática desta arte milenar.