“Alma do Vinho com menos 1 dia não faria mal nenhum e pouparia algum dinheiro” (Pedro Afonso)

Pedro Afonso em entrevista ao Fundamental Canal comenta o acordo entre autarquia e Águas de Alenquer que não foi votado em assembleia municipal. O ex-autarca do PSD defende um investimento na rede e considera que a autarquia poderia poupar nos eventos como forma de criar um fundo para tal fim.

Pedro Afonso concedeu uma entrevista ao Fundamental Canal durante a qual analisou e comentou o caso do acordo estabelecido entre autarquia e Águas de Alenquer que acabou por não ser votado em sede de assembleia municipal. O ex-autarca do PSD defende um investimento na rede como passo fundamental para o futuro: “iríamos evitar tantas rupturas e a perda de milhões de litros de água”, argumenta.

Pedro Afonso lembra que estas perdas são pagas pelo município no fornecimento em alta e que por essa razão urge criar um plano de investimento nos mais de 700 quilómetros de tubos enterrados por todo o concelho. Acerca do contrato de concessão assinado em 2003 não tem duvidas: “Foi um processo que já nasceu torto e não houve uma cláusula que salvaguardasse a possibilidade do aeroporto não vir para Ota e em consequência a perspectiva do elevado consumo não se verificar”.

Mesmo assim Pedro Afonso relembra: “Nos últimos três anos dos quais temos conhecimento das contas da concessionária, a Águas de Alenquer apresentou sempre um lucro entre os 800 mil e o milhão de euros anuais”.

A entrevista com Pedro Afonso para ver aqui, no Fundamental Canal.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR