Alenquer, Presépio e Natal: três palavras ligadas por cordão umbilical – com pista de gelo e circo

São três palavras cujo significado parece estar umbilicalmente ligado: Alenquer, Presépio e Natal. O principal destaque deste ano é o regresso do parque temático de Natal com a autarquia a anunciar que será o maior em área coberta do país.

São três palavras cujo significado parece estar umbilicalmente ligado: Alenquer, Presépio e Natal. Está quase a começar mais um mês repleto de magia e animação no concelho com a edição de 2022 do “Alenquer, Presépio de Portugal”. O principal destaque deste ano é o regresso do parque temático de Natal durante todo o mês de dezembro. A autarquia anuncia que será o maior em área coberta do país e garante todas as condições de conforto e segurança aos visitantes mesmo em dias frios ou chuvosos.

O recinto ficará situado no Parque Urbano da Romeira e haverá uma pista de gelo natural, também ela coberta, para criar a envolvência perfeita aos utilizadores. Assegurada está ainda a presença de um circo de Natal. “Vir a Alenquer é encontrar um mundo mágico de Natal, com fábrica de brinquedos do Pai Natal, oficinas do Presépio, exposições e mercado do presépio, um labirinto do presépio, carrosséis ou pista de kart”, reforça a autarquia.

O bilhete diário custa 5 euros e dá acesso a dezenas de atividades, embora não inclua a utilização da pista de gelo e do carrossel. Há ainda um livre-trânsito de 20 euros para munícipes, durante todo o mês, e os mesmos 20 euros para famílias numerosas. Os horários variam entre as 9h e as 19h (de 2.ª a 5.ª feira) e as 11h e as 20h (6.ª feira, fins de semanas e feriados). O espaço encerra nos dias 24 e 25.

Já a escassos metros do parque temático existirá uma outra vila de Natal, que tem no histórico Presépio Monumental a principal atração. Um trilho de iluminação natalícia vai conduzir os visitantes ao coração da vila de Alenquer, onde poderá encontrar mercado de Natal, diversões, exposições, museus ou mesmo visitas guiadas ao icónico presépio da vila. Destaque para as exposições de presépios, no Museu do Presépio e, sobretudo, nos Paços do Concelho onde estará patente um espólio do Major-General Canha da Silva, maior colecionador privado do país.

Acrescente-se que o município vai investir cerca de 250 mil euros na dinamização do evento. “O Natal de Alenquer é o mais autêntico do país e já se tornou ponto de passagem quase obrigatório; cerca de 80% dos visitantes provêm de fora do concelho, prova de que o Natal de Alenquer é cada vez mais uma referência”, refere Rui Costa, vereador na autarquia alenquerense.