Todos cobiçam o lugar de Pedro Folgado: Alenquer tem definidos 4 candidatos à Câmara

Alenquer já conhece 4 candidatos a presidente de Câmara. Ernesto Ferreira é o mais recente concorrente e junta-se desta forma a Mário Amaro e a Nuno Miguel Henriques. Todos cobiçam o lugar de Pedro Folgado.

Alenquer já conhece 4 candidatos a presidente de Câmara nas eleições que estão agendadas para o próximo mês de Setembro. Ernesto Ferreira é o mais recente concorrente e junta-se desta forma a Mário Amaro e a Nuno Miguel Henriques. Todos cobiçam o lugar de Pedro Folgado, que foi o primeiro a anunciar a sua recandidatura.

De facto, o atual presidente “chegou-se à frente” e anunciou a sua recandidatura pelo Partido Socialista em primeira mão no Fundamental, aquando da sua vinda a estúdio para a entrevista que concedeu em Dezembro passado ao nosso órgão de comunicação. Semanas mais tarde a estrutura local do partido acabaria por informar que o presidente seria recandidato, confirmando a disponibilidade que Pedro Folgado já havia assumido nesse sentido.

Pedro Folgado vai a votos enfrentando para já pelo menos mais 3 candidatos. Nuno Miguel Henriques veste as cores do PSD de Alenquer, agora sem coligação assumida com o CDS – Partido Popular, que também apresentou o jovem Mário Amaro como cabeça de lista às autárquicas deste concelho. Amaro tem somente 20 anos e é presidente da Comissão Política Concelhia dos centristas. Protagoniza em Alenquer uma candidatura invulgar devido à tenra idade, caso muito pouco visto em eleições para a presidência de uma autarquia.

Já Nuno Miguel Henriques é um “velho” conhecido do PSD nacional. Nacional, porque a nível local muito poucos serão para já os eleitores conhecedores e identificados com este candidato “forasteiro”. Henriques apresentou a sua candidatura a 16 de Abril, mas também neste caso o Fundamental noticiou em primeira mão e com muita antecedência que seria este o candidato social democrata em Alenquer.

Henriques já anda no terreno, já entrou em choque com a presidente da Freguesia de Vila Verde dos Francos e nas últimas horas anunciou que decretaria um “estado de emergência municipal” para resolver problemas relacionados com a recolha do lixo e apanha de ervas daninhas. O candidato desdobra-se em post’s no Facebook e oferece-se à comunicação social para, e citamos, “responder aos jornalistas de viva voz”.

Ernesto Ferreira volta a ser candidato pela CDU depois de se ter apresentado a votos pela primeira vez neste concelho em 2013. Amélia Caetano será cabeça de lista à Assembleia Municipal. Ernesto Ferreira protagonizou um mandato discreto, muito longe da postura interventiva de José Manuel Catarino, um dos seus antecessores, e renova agora a sua apresentação como candidato à presidência da Câmara de Alenquer, ficando no ar a sensação de que esta candidatura necessita de um impulso no contexto da inovação e da dinâmica para ser capaz de conquistar novos eleitores, sob pena de aparentar tratar-se de uma espécie de cumprimento de calendário para a qual pouco importa o resultado final.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR