Mortes por Covid-19: Hospital de Vila Franca vai ter 5 contentores para armazenar defuntos

Mantém-se a extrema dificuldade do Hospital Distrital de Vila Franca de Xira em conseguir armazenar todos os mortos causadas pela Covid-19. Tal como o Fundamental já noticiou anteriormente, são já 4 os contentores presentes nesta unidade hospitalar e um quinto estará a caminho.

Mantém-se a extrema dificuldade do Hospital Distrital de Vila Franca de Xira em conseguir armazenar todos os corpos de defuntos cujo óbito resultou de complicações causadas pela Covid-19. Tal como o Fundamental já noticiou anteriormente, são já 4 os contentores presentes nesta unidade hospitalar e um quinto estará a caminho.

Ainda que os números tanto de mortes como de casos positivos estejam a diminuir no país e também na região nos últimos dias, a verdade é que a dificuldade do Hospital de Vila Franca de Xira neste contexto mantém-se. Os internamentos por Covid-19 prolongam-se no tempo e os óbitos resultantes da pandemia acumulam-se tanto nos quatro contentores existentes como também na morgue do próprio hospital.

Por esta razão um quinto contentor frigorífico estará equacionado e poderá chegar a esta unidade hospitalar nos próximos dias. Refira-se que os quatro contentores frigoríficos que estão montados nos terrenos contíguos ao edifício do Hospital Vila Franca de Xira já terão alcançado o limite da sua capacidade de armazenamento, sendo que cada contentor tem capacidade para vinte cadáveres.

Acrescente-se ainda que os corpos chegam a permanecer nestes contentores durante dois ou mesmo três dias, o que se deve à extensa lista e à consecutiva incapacidade de resposta dos crematórios da região. Também as agencias funerárias enfrentam algumas dificuldades relacionadas com a burocracia associada a estes casos de falecimento por Covid-19.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR