Obra do Parque da Milhariça em Aveiras: era para ser em Setembro, mas arranca em Outubro

Está assinado o auto de consignação da empreitada de Beneficiação do Parque da Milhariça em Aveiras de Cima. O contrato foi formalizado pelo presidente da Câmara Municipal de Azambuja e por Joana Pragosa, em representação da empresa adjudicatária da obra. O momento contou ainda com a presença do presidente da Junta de Freguesia de Aveiras de Cima, António Torrão.

Trata-se de um investimento municipal no valor de 944 mil euros cuja obra tinha sido anunciada para começar neste mês de Setembro. “Este projeto vem ao encontro de uma legítima aspiração dos habitantes de Aveiras de Cima e no qual o Município de Azambuja estava empenhado há longa data”, refere Luís de Sousa.

O contrato prevê o prazo de execução de um ano, e a representante da empresa empreiteira anunciou o arranque dos trabalhos já para o início do mês de outubro, mostrando-se otimista em que esse prazo possa ser encurtado.

A intervenção consistirá na criação de uma área de recreio e lazer num terreno com cerca de 12 mil metros quadrados, na margem direita da Ribeira da Milhariça. O local é contíguo ao espaço urbano da vila de Aveiras de Cima e funcionará como equipamento de reforço da qualidade de vida e elemento agregador das várias gerações da população local.

O núcleo central deste parque será um campo de jogos polidesportivo descoberto. Em redor do campo haverá um edifício de apoio com snack-bar, balneários de serviço ao campo e instalações sanitárias públicas. O referido edifício disponibilizará um espaço de esplanada, por sua vez voltada para duas áreas de equipamentos infantis, uma vocacionada para a faixa etária dos 6 aos 10 anos e outra com equipamentos destinados a crianças entre os 2 e os 6 anos.

O projeto contempla ainda áreas de estacionamento, um circuito de manutenção com aparelhos para a prática de exercício físico, bem como zonas arborizadas e ajardinadas. “A obra contemplará a construção de um passadiço sobre a Ribeira da Milhariça, valorizando este recurso natural ribeirinho, e com os objetivos de ampliar os acessos ao parque e promover a sua plena integração no contexto urbano da Vila de Aveiras de Cima”, acrescenta Luís de Sousa.


“5300 alenquerenses querem reversão do serviço da água” – Carlos Ferreira em entrevista no F-Canal

Carlos Ferreira é um dos grandes dinamizadores do Movimento Alenquer Água Justa a par de Alfredo Trinca e de António Matos. Um ano depois da fundação do Alenquer Água Justa, Carlos regressa ao nosso estúdio para fazer um balanço destes derradeiros meses.

COMPARTILHAR