Alenquer: Câmara investe milhão e meio num fundo de apoio à economia local

A Câmara de Alenquer criou um Fundo de Apoio à Economia Local no valor de um milhão e meio de euros, que vai ser canalizado para microempresas e estabelecimentos explorados por empresários em nome individual, trabalhadores independentes ou sócios gerentes.

Medidas de combate à pandemia: a Câmara de Alenquer criou um Fundo Financeiro de Apoio à Economia Local no valor de um milhão e meio de euros. Este valor vai ser canalizado para microempresas e estabelecimentos explorados por empresários em nome individual, trabalhadores independentes ou sócios gerentes.

Pedro Folgado, Presidente da Câmara de Alenquer, refere a propósito desta iniciativa: “torna-se necessário o retomar com responsabilidade das actividades laborais após uma paralisação quase generalizada da economia durante um período de cerca de mês e meio, como medida de contenção ao Covid-19”.

Desta forma, o autarca acrescenta: “Para auxiliar as empresas e microempresas do concelho neste regresso à actividade, o município criou um Fundo Financeiro de Apoio à Economia Local, complementar aos apoios já avançados pelo Estado”.

Este mecanismo financeiro é constituído por um milhão e meio de euros. Cerca de um milhão de euros serão canalizados para apoios às microempresas, actividades associadas às áreas de restauração ou similares, comércio a retalho e prestação de serviços.

O apoio será extensível a estabelecimentos explorados por empresários em nome individual, trabalhadores independentes ou sócios gerentes que aí exerçam directamente a sua actividade, sem trabalhadores a seu cargo. Neste caso o apoio ascende aos 300 euros por entidade, durante os meses de Abril, Maio e Junho.

Haverá ainda um apoio similar para empresas com até dois postos de trabalho, que se cifrará em 300 euros por posto de trabalho, no valor máximo de 1.800 euros por entidade, igualmente durante os meses de Abril, Maio e Junho.

Este apoio criado pela autarquia de Alenquer será igualmente destinado a empresas, sendo neste caso a dotação de 500 mil euros, correspondentes a 25% da receita da Derrama em 2019. Este apoio será utilizado exclusivamente no pagamento dos 30% que é da responsabilidade das empresas neste âmbito do Lay Off.

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR