Prémio Intermarché Produção Nacional garante entrada directa na grande distribuição

Foram recentemente divulgados os 6 vencedores da 6ª edição do Prémio Intermarché Produção Nacional, numa cerimónia que decorreu na Câmara do Comércio e Indústria Portuguesa. Foram reconhecidas as empresas cujos projectos obtiveram a melhor avaliação do Júri combinando as vertentes de inovação, sustentabilidade e respeito pelas origens

Foram ontem divulgados os 6 vencedores da 6ª edição do Prémio Intermarché Produção Nacional (PIPN), numa cerimónia que decorreu na Câmara do Comércio e Indústria Portuguesa. As empresas cujos projectos obtiveram a melhor avaliação do Júri combinando as vertentes de inovação, sustentabilidade e respeito pelas origens foram: José Azóia (Grão de Bico – Casal do Vouga) e Joaquim Farófia (Mel de Rosmaninho – Margens do Alqueva) na categoria Produção Primária; Miguel Guisado (Aguardente de Perada de Pêra Rocha) e Bézé (Queijo de Cabra), em Produtos Transformados; Arvólea (Azeite Biológico), em Inovação em Embalagem e Engenho dos Paladares (Queijos Paladares Paroquiais) em Ideias com Potencial.

Pela qualidade dos projectos apresentados o Júri decidiu ainda atribuir duas Menções Honrosas aos que, não tendo sido premiados, se destacaram pela sua qualidade e potencial: a Horticilha com o Goomato e a Qêpêtê com a Quinoa Portuguesa em Grão. A primeira Menção Honrosa na categoria Inovação Embalagem e a segunda em Produção Primária O escoamento dos produtos dos projectos vencedores será assegurado na rede nacional de lojas do Intermarché.

O anúncio dos melhores projectos foi antecedido pelo debate “Os desafios da produção nacional para uma alimentação saudável”, que contou com a participação do Secretário de estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira; da secretária-geral da Associação Portuguesa dos Nutricionistas, Helena Real; da responsável do Departamento de Qualidade do Intermarché, Flávia Gaspar; do chef e blogger d’ “A Pitada do Pai”, Rui Marques; de Júlio Alves, produtor da Quinta dos Olmais, uma das menções honrosas do Prémio Intermarché na edição de 2018, do Presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, Eduardo Oliveira e Sousa e do Director Geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição, Gonçalo Lobo Xavier.

“É um orgulho para nós que esta seja já a 6ª edição deste Prémio, o que reflecte a importância crescente deste sector, que podemos afirmar estar cada vez mais profissionalizado e de boa saúde” afirmou Martinho Lopes, Administrador do Intermarché. “Quero salientar o número e a qualidade das candidaturas, o que revela que o Prémio Intermarché Produção Nacional é encarado por muitos produtores como uma grande oportunidade para ver o seu negócio reconhecido pelo sector e conhecido pelo consumidor, objectivos fáceis de alcançar com a visibilidade que o Prémio oferece e com a entrada no circuito da grande distribuição. Um salto de gigante proporcionado pelo Intermarché” acrescentou ainda Martinho Lopes no seu discurso de encerramento.

Todas as candidaturas foram avaliadas por um júri onde para além do Intermarché estiveram representados todos os parceiros envolvidos nesta iniciativa: APED, CAP, FMV – Faculdade de Medicina Veterinária, ISA – Instituto Superior de Agronomia, Grupo Impresa e Quercus. Todo o processo de análise de candidaturas e de decisão de vencedores foi auditado pela EY (parceiro auditor). A nível institucional, o Prémio Intermarché Produção Nacional conta com o apoio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Ministro Adjunto e da Economia, Ministério do Ambiente e da Transição Energética, Ministério do Mar e ainda o Programa Portugal Sou Eu.

Foram estes os vencedores: Produção Primária: José Azóia (Grão de Bico – Casal do Vouga)“. Produção Primária: Joaquim Farófia (Mel de Rosmaninho – Margens do Alqueva)“. Produtos Transformados: Miguel Guisado (Aguardente de Perada de Pêra Rocha)“. Produtos Transformados: Bézé (Queijo de Cabra)“. Inovação Embalagem: Arvólea (Azeite Biológico)“. Ideias com Potencial: Embalagem e Engenho dos Paladares (Queijos Paladares Paroquiais) As menções honrosas“. Inovação Embalagem – Horticilha (Goomato)“. Produção Primária – Qêpêtê (Quinoa Portuguesa em Grão) Recorde-se que o Prémio Intermarché Produção Nacional é um projecto de referência que promove activamente e premeia os produtores, a produção nacional, reconhece a importância da sustentabilidade e inovação na produção portuguesa. É também impulsionado o reconhecimento produção nacional de qualidade.


VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR