Azambuja em estado de saudável loucura por causa da Feira de Maio

A Centenária Feira de Maio está de regresso à Vila de Azambuja, entre 30 de Maio e 03 de Junho. São cinco dias recheados de festa brava e afición e também de actividades equestres, taurinas, animação popular e muita música.

Não há volta a dar: esta é a semana do ano mais aguardada em Azambuja! A Centenária Feira de Maio, a mais castiça das festas ribatejanas, está de regresso à vila sede de concelho. O evento ocorre entre 30 de Maio e 03 de Junho. São cinco dias recheados de festa brava e afición, durante os quais não vão faltar actividades equestres, taurinas, animação popular e muita música.

O cartaz deste ano da Feira de Maio é recheado para agradar aos mais variados gostos. A fadista Cuca Roseta vai actuar no Páteo do Valverde no dia inaugural do evento, 30 de Maio, feriado em Azambuja e em muitos municípios da região. A mágica noite da sardinha assada recebe a actuação da banda Kapittal, no Jardim Urbano Dr. Joaquim Ramos.

No sábado, 01 de Junho, destaque para o concerto “Entre Bandas” com os Mr Fortez Trioplus e a banda do Centro Cultural Azambujense, e a actuação da cantora Aurea junto à Escola Básica Boavida Canada. Sem dúvida que se tratam de três grandes propostas musicais gratuitas para todo o público.

O Campo da Feira, junto à Praça de Toiros, continuará a ser um dos pólos de atracção do evento e surgirá renovado nesta edição 2019. Uma estrutura mais moderna, funcional e acolhedora será o palco da tradicional “Praça das Freguesias” onde todo o concelho celebra o melhor da gastronomia regional e da sua animação mais típica.

No mesmo recinto, em espaços distintos, marcarão a presença habitual o artesanato e várias empresas locais de diversas áreas económicas. Novidade este ano: haverá um Espaço Criança vocacionado para os mais pequenos.

E agora a parte que verdadeiramente mexe com o espírito da festa: nas ruas da vila, as cinco largadas de toiros (uma em cada dia) continuam a constituir a grande atracção do certame, fazendo as delícias dos mais aficionados e dos milhares de visitantes. São muitas as muitas tertúlias particulares que abrem as portas a todos os que queiram refrescar a garganta ou petiscar, e ainda a ornamentação bem garrida e castiça de fachadas e janelas que tornam esta feira tão genuína e única.

Para a noite de 31 de Maio está reservado um dos momentos altos da festa: o desfile dos campinos com o gado, à luz de archotes, às 21h00, seguido da emblemática largada nocturna. Após a recolha dos toiros inicia-se a distribuição gratuita de sardinhas, pão e vinho em diversos pontos centrais da vila. Pela noite dentro e por toda a vila, para além do concerto no jardim, dois grupos de baile, o tradicional Fado Vadio e três bandinhas itinerantes animam os arraiais até ao romper da manhã.

Na manhã de domingo preenche-se a página mais solene da feira, com a tradicional Homenagem ao Campino. Este ano todos os campinos terão o seu valor publicamente reconhecido na homenagem a Fernando Ganhão (“Gadelha”), um dos campinos que há mais anos colabora na Feira de Maio e dedica a sua vida à criação do toiro bravo. No segundo momento da cerimónia, será entregue o Pampilho de Honra gravado com o nome do antigo campino Joaquim Isidro dos Santos.

A manhã de segunda-feira será dedicada às crianças com o concerto “Galo Gordo – 10 anos de canções para a infância” de Inês Pupo e Gonçalo Pratas, no Jardim Urbano Joaquim A. Ramos. A derradeira tarde despede-se com a entrega de diplomas e prémios e ainda a última largada de toiros. À meia-noite um espectáculo de fogo-de-artifício dará por encerrada a Feira de Maio 2019.

De referir que este ano a Feira de Maio de Azambuja irá disponibilizar aos seus visitantes áreas de estacionamento gratuito, nas entradas da vila e devidamente sinalizadas, com capacidade para duas mil viaturas.

 

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR