Quinta da Lapa e SIVAC vencem Concurso de Vinhos do Concelho de Azambuja

SIVAC e Quinta da Lapa foram os grandes vencedores da 37ª edição do Concurso de Vinhos do Produtor do Concelho de Azambuja. Os resultados serão divulgados hoje na cerimónia de abertura da 15ª Ávinho que irá animar Aveiras de Cima até ao próximo domingo.

SIVAC e Quinta da Lapa foram os grandes vencedores da 37ª edição do Concurso de Vinhos do Produtor do Concelho de Azambuja. A cerimónia de entrega de prémios teve lugar num jantar oferecido a todos os produtores participantes e os resultados serão divulgados hoje na cerimónia de abertura da 15ª Ávinho – Festa do Vinho e das Adegas, que irá animar Aveiras de Cima até ao próximo domingo e durante a qual os premiados darão visibilidade aos troféus conquistados.

A edição 2019 celebrou a colheita de 2018 com uma novidade, abrindo o concurso a uma terceira categoria – a dos vinhos rosés, que se junta às habituais categorias de tintos e brancos. Agrovia, S.A. – Quinta da Lapa, de Manique do Intendente, com o melhor tinto e melhor branco, e SIVAC, de Aveiras de Cima, com o melhor rosé, foram os vencedores deste ano. Na continuidade de reforçar esta iniciativa, a Câmara Municipal de Azambuja atribuiu prémios monetários de 250 euros aos terceiros, 500 euros aos segundos, e 750 euros aos primeiros classificados, em cada uma das três categorias.

Fonte da autarquia refere: “Além de promover os bons vinhos locais, a economia e o nome do concelho, estes prémios procuram prestigiar o concurso recompensando a qualidade do trabalho e a dedicação dos produtores”. Apresentaram-se neste concurso, organizado pelo município com a colaboração das juntas de freguesia, cerca de trinta produtores com maior afluência de tintos. De acordo com os provadores convidados, a colheita 2018 pode ser considerada de boa qualidade, justificando-se que para além do pódio tenham sido atribuídas três menções honrosas nos vinhos tintos e três nos brancos.

Nos treze vinhos brancos a concurso, a vitória foi para o produtor Agrovia S.A. “Quinta da Lapa”, de Manique do Intendente; o 2º lugar para a Sociedade Agrícola Cova da Cadeira, de Alcoentre; e o 3º para Vicapão, de Aveiras de Cima. Destaque ainda com menção honrosa para Agro-Batoréu Lda. e SIVAC, ambas de Aveiras de Cima, e para o Casal da Fonte, de Vale do Paraíso. No sector dos tintos, com vinte e nove amostras concorrentes, o 1º lugar foi para Agrovia S.A. “Quinta da Lapa” , de Manique do Intendente; o 2º lugar para a Sociedade Agrícola Cova da Cadeira, de Alcoentre; e o 3º para o Estabelecimento Prisional de Alcoentre. Referência ainda a três menções honrosas: para Agro-Batoréu Lda e José Mata, ambos da freguesia de Aveiras de Cima; e para José Leirião de Vila Nova de S. Pedro.

O painel de provadores avaliou os vinhos concorrentes no modelo habitual de “prova cega” e foi composto por 8 enólogos de reconhecida competência: Hernâni Magalhães, Jorge Páscoa, Sérgio Oliveira, Cruz Ferreira, Carlos Céu Pereira, Alice Simões, Rita Pinto e Carmen Santos. A participação destes profissionais enquadra, igualmente, a colaboração institucional com o Município de Azambuja de várias entidades ligadas ao sector, como são a Associação de Municípios Portugueses do Vinho, a Viticartaxo, a Escola Superior Agrária de Santarém, a Associação Portuguesa de Enologia e a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo.