Torres Vedras sinaliza zona de perigo na Praia Azul

A Praia Azul foi alvo de uma iniciativa que teve como objectivo sinalizar uma zona considerada de perigo. Esta praia também é conhecida por se tratar do local onde desagua o Rio Sizandro.

A época balnear aproxima-se a grande ritmo e com ela as preocupações do município de Torres Vedras no tocante à segurança dos banhistas que frequentam as praias do concelho. Neste contexto a Praia Azul foi alvo de uma iniciativa que teve como objectivo sinalizar uma zona considerada de perigo. Esta praia também é conhecida por se tratar do local onde desagua o Rio Sizandro.

Desta forma, a zona de perigo que se encontra entre a Foz do Rio do Sizandro e a Praia Azul foi sinalizada, encontrando-se identificada através de uma bóia de sinalização amarela. No areal encontra-se uma placa de sinalização vertical, que identifica a zona interdita a banhos e desportos náuticos, nas línguas portuguesa e inglesa.

O afloramento dos destroços de um navio afundado naquela área levou a que a Capitão do Porto de Peniche considerasse como zona de perigo toda a zona de rebentação adjacente ao navio. É considerada zona de perigo a zona centrada nas coordenadas 39º06’16” N 9º24’1″ O, num raio de 100 metros.

De forma a garantir a segurança da população, a zona encontra-se totalmente interdita à prática de banhos e de desportos náuticos. O edital publicado pelo Capitão do Porto, Vasco Toledo Cristo, destaca ainda que as violações ao estabelecido no referido edital “são matéria susceptível de constituir infracção de âmbito contraordenacional, punível com coima a graduar entre os 30 e 100 euros, podendo o limite máximo elevar-se, no caso de pessoa colectiva, até aos 300 euros.