Azambuja: posto de apoio ao visitante e casa da juventude em fase de conclusão

As obras do novo Posto de Apoio ao Visitante e da futura Casa da Juventude encontram-se em fase de conclusão. Ambos os projectos são comparticipados pela União Europeia em 85%, através do FEDER-Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

As obras do novo Posto de Apoio ao Visitante e da futura Casa da Juventude, ambas na vila de Azambuja, encontram-se em fase de conclusão. Os dois projectos são comparticipados pela União Europeia em 85%, através do FEDER-Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Quanto a valores, o Posto de Apoio ao Visitante, com um custo global de 137.231,27 euros, foi cofinanciado em 116.646,58 euros. Por sua vez, a obra da Casa da Juventude, com o valor de 376.798,97 euros, foi cofinanciada em 320.278,87 euros.

O apoio dos fundos comunitários neste contexto tem como objectivos melhorar o ambiente urbano, promover a eficiência energética, reduzir o ruído e a poluição do ar e revitalizar os núcleos das vilas e das cidades. “Estas duas intervenções assumem um grande significado e trarão um impacto muito positivo, não só à vila de Azambuja como a todo o concelho, em duas áreas sensíveis e estratégicas como são o Turismo e a Juventude”, refere fonte da autarquia, em comunicado de imprensa.

Ainda de acordo com a mesma fonte, “A criação do Posto de Apoio ao Visitante resulta da reabilitação do edifício Horta do Maia, o que constitui uma enorme mais-valia dada a sua implantação em pleno centro histórico de Azambuja”. Além da valorização do imóvel no tecido urbano em que se integra, a sua localização estratégica justifica a opção da autarquia para a função que lhe está destinada, acrescenta-se.

Situado na rua principal da sede do concelho, a poucos metros da Praça do Município e enquadrado com o jardim urbano, o Posto de Apoio ao Visitante pretende ser um espaço privilegiado para a divulgação e promoção da oferta turística de todo o território concelhio. “Será um ponto de informação e apoio aos visitantes que procuram Azambuja e contribuirá para a construção de um produto turístico integrado e coerente com vista a captar novos visitantes”, refere a autarquia, no mesmo comunicado de imprensa.

Já a futura Casa da Juventude é a concretização do objectivo traçado pelo Município de Azambuja para a requalificação do edifício municipal existente na Rua dos Campinos. Na verdade, trata-se de uma verdadeira reconversão de um edifício que já serviu de posto local da Guarda Nacional Republicana e também já funcionou como arquivo histórico do município.

O actual projecto visa dar nova vida a este património e dotá-lo de valências de apoio a actividades com jovens, possibilitando assim aos seus utilizadores o uso destas instalações para iniciativas lúdicas e formativas. “Este espaço requalificado passará a ser um novo ponto de encontro para os jovens do concelho, um local que se pretende dinâmico, onde as actividades são criadas por jovens e para os jovens”, acrescenta a mesma fonte da Câmara de Azambuja.