Vitor Ronca sobre a Feira da Ascensão: “Pouco apelativa e merecia melhor cartaz”

O Fundamental convidou Vitor Ronca para falar sobre a Feira da Ascensão, que se realiza em Alenquer entre os dias 9 e 13 deste mês de Maio. Opinar sobre o cartaz do certame bem como sobre o espírito da própria Feira, foi este o desafio proposto ao antigo lider da concelhia social democrata de Alenquer.

O Fundamental convidou Vitor Ronca para falar sobre a Feira da Ascensão, que se realiza em Alenquer entre os dias 9 e 13 deste mês de Maio. Opinar sobre o cartaz do certame bem como sobre o espírito da própria Feira, foi este o desafio proposto ao antigo lider da concelhia social democrata de Alenquer.
 Vitor Ronca considera que o cartaz da Feira está situado na linha do próprio espírito do certame: pouco chamativo. “Por aquilo que conheço do programa, lamento dizê-lo mas acho que é pouco apelativo; este certame merecia melhor Cartaz”, considera Ronca, que encontra uma explicação na própria Associação Comercial e Industrial do Concelho de Alenquer.
“Sabendo nós que a ACICA é uma Associação com fins lucrativos, considero que é aqui que está o problema, porque ser uma associação com fins de obtenção de lucro não se enquadra com a necessidade de representatividade e defesa do interesse de toda a cultura de um Povo”, acrescenta Vitor Ronca.
 De resto, o antigo autarca da Freguesia de Triana considera que a Câmara Municipal de Alenquer deveria chamar a si de novo a responsabilidade de organizar a Feira. “Um certame desta natureza devia ser da responsabilidade organizativa da Câmara Municipal, já que é esta que assegura toda a restante logística”.
Ronca acrescenta igualmente que, e citamos, “Este Certame deveria estar mais direcionado para tudo o que se produz na nossa terra, ainda mais agora que somos juntamente com Torres Vedras a Cidade Europeia do Vinho 2018”, remata Vitor Ronca.
 

 

VIAAlexandre Silva
COMPARTILHAR