Ponte Rainha D. Amélia reaberta ao público esta terça feira

A ponte Rainha D. Amélia foi reaberta ao tráfego na manhã desta terça-feira. As autarquias do Cartaxo e de Salvaterra afirmam já não haver dúvidas quanto aos níveis de segurança das fundações dos pilares da Ponte Rainha D. Amélia, que liga ambos os concelhos. Recorde-se que a circulação na ponte fora interrompida no passado sábado, pelas oito horas da noite.

A ponte Rainha D. Amélia foi reaberta ao tráfego na manhã desta terça-feira. As autarquias do Cartaxo e de Salvaterra afirmam já não haver dúvidas quanto aos níveis de segurança das fundações dos pilares da Ponte Rainha D. Amélia, que liga ambos os concelhos. Recorde-se que a circulação na ponte fora interrompida no passado sábado, pelas oito horas da noite.

“Fazemos fé na informação prestada pelo presidente executivo do Conselho de Administração das Infraestruturas de Portugal, que indica a inexistência de problemas ao nível das fundações da ponte, pelo que reatámos a circulação naquela estrutura na manhã desta terça-feira, dia 13 de Março, por estarem ultrapassadas as reservas e os condicionalismos que ditaram o seu encerramento no passado sábado”, informam ambos os municípios, em nota de imprensa conjunta.

A decisão que foi tomada pelos municípios de Salvaterra e do Cartaxo também teve em conta as declarações do Comandante Distrital de Operações de Socorro, que confirmou a redução dos caudais e das correntes no rio Tejo em relação aos valores registados no passado fim de semana.

Estas declarações juntaram-se assim às afirmações do responsável das Infraestruturas de Portugal, que terá indicado, e citamos, “O relatório que temos neste momento em elaboração não indicia nenhum tipo de problema nessa matéria [fundações] “. Ambas foram o sustentáculo da decisão das autarquias salvaterrense e cartaxeira no sentido de reabrir a ponte Rainha D. Amélia ao trânsito.

Ainda segundo o comunicado de imprensa conjunto, produzido por ambas as Câmaras, poderão ocorrer no âmbito das acções de manutenção e reparação das guardas metálicas e dos apoios do tabuleiro situações pontuais de interrupção do trânsito durante as próximas semanas, sendo os trabalhos de maior duração preferencialmente realizados em período nocturno.

“Os presidentes das Câmaras Municipais do Cartaxo e de Salvaterra de Magos ficam agora a aguardar a redacção final do Relatório Técnico solicitado pelas autarquias e apelam à compreensão de todos no respeito da velocidade máxima de 30 km/h e da limitação da circulação a veículos de peso inferior a 3,5 toneladas, pois estamos na presença de uma infraestrutura rodoviária importante para as pessoas e para a economia regional que importa preservar”, referem igualmente Hélder Esménio e Pedro Ribeiro.